Reação às declarações proferidas pela Presidente da Junta de Freguesia dos Arrifes, Sandra Costa Dias

A Câmara Municipal de Ponta Delgada diz que as declarações proferidas pela Presidente da Junta de Freguesia dos Arrifes, Sandra Costa Dias “para além de manifestamente infundadas, desvirtuam a realidade dos factos, cumpre esclarecer que a Câmara Municipal de Ponta Delgada tem estado desde a primeira hora presente na Freguesia dos Arrifes ao lado da sua população na mitigação dos danos que as chuvas intensas dos últimos meses têm causado.

Com efeito, ainda esta semana, o Presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada, Pedro Nascimento Cabral, deslocou-se uma vez mais à freguesia dos Arrifes, acompanhado do Serviço Municipal de Proteção Civil, tendo encetado contactos com a respetiva população no sentido de colmatar a ausência de resposta da Junta de Freguesia, para um problema que ocorre há vários anos, não obstante, reconheça-se, os esforços desenvolvidos pelo anterior presidente da Junta de Freguesia dos Arrifes, Eusébio Massa, quando o Governo Regional era liderado pelo Partido Socialista de Vasco Cordeiro.

O certo é que durante os oito anos de governação de Vasco Cordeiro nunca foi efetuada nenhuma intervenção estruturante para minimizar o problema com as inundações na Freguesia dos Arrifes, como bem sabe Sandra Costa Dias.

Importa salientar que o vereador Marco Resendes, em declarações ao Telejornal da RTP Açores de 8 de fevereiro de 2024, deu conhecimento público de mais uma intervenção nas ruas do Outeiro e dos Afonsos, com uma solução diferente, de forma a permitir que as mesmas possam manter a resistência às inundações que infelizmente têm assolado aquela freguesia.

Verifica-se assim que as declarações de Sandra Costa Dias para além de intelectualmente desonestas, apresentam-se fora de tempo, com o único objectivo de obter dividendos político-partidários para si, numa altura em que o próprio Partido Socialista a relegou de segundo para sexto lugar da lista de deputados da ilha de São Miguel, o que evidencia a irrelevância a que foi votada no seu próprio partido.

O certo é que a Câmara Municipal de Ponta Delgada, o Governo Regional dos Açores e o IROA de forma articulada, manterão uma ação permanente e eficaz para encontrar a melhor solução para pôr fim a um grave problema que tem assolado a freguesia dos Arrifes, especialmente na zona do Outeiro.

Ademais, esclareça-se que a Câmara Municipal de Ponta Delgada tem projetadas intervenções na Vila de Capelas, freguesias dos Arrifes, São Roque, Feteiras, Remédios da Bretanha e Santa Bárbara, todas freguesias lideradas pelo Partido Socialista, motivo pelo qual uma putativa perseguição político-partidária à presidente da Freguesia dos Arrifes por parte deste Município para além de ridícula é facilmente desmontada, conforme acima se esclareceu.

Mais se salienta que apesar da lamentável posição da presidente da Junta, a Câmara Municipal de Ponta Delgada continuará o seu trajeto de servir com dignidade a freguesia dos Arrifes, prestando todo o apoio à sua população e continuando a efetivar uma política de permanente investimento na melhoria das condições de vida dos arrifenses, cujo reconhecimento no fim de contas é feito por Sandra Costa Dias quando se absteve na votação do orçamento da Câmara Municipal de Ponta Delgada de 2024, reconhecendo assim o mérito às medidas apresentadas para a Freguesia dos Arrifes”.