A Coligação PSD/CDS/PPM afirmou hoje que a medida das creches gratuitas é uma “política criada pelo Governo Regional dos Açores e mais tarde copiada pelo Governo da República”, tendo lamentado as “falsidades do PS de Vasco Cordeiro” nesta matéria.

“O PS de Vasco Cordeiro tenta fazer esquecer que no último ano do seu governo, em 2020, a gratuitidade das creches abrangia cerca de 600 crianças e que a poupança familiar era de perto de 140 mil euros anuais. Pelo contrário, com a Coligação, em 2023, mais de 4000 crianças beneficiavam de creches gratuitas e a poupança familiar anual foi de mais de 4 milhões de euros, representando um importante apoio às famílias, sobretudo às que trabalham e necessitam de recorrer a este serviço”, frisaram.

Segundo os partidos da Coligação, trata-se de uma “diferença abissal” indicativa de que “PSD/CDS/PPM fizeram mais pelas famílias e pelas crianças, em três anos, do que o PS em mais de duas décadas de governação”.

“É bom lembrar que o Governo da República não paga a gratuitidade das creches nos Açores, tendo de ser o Governo Regional a suportar esta medida com verbas do seu orçamento”, frisaram.

“Os açorianos não confiam no PS quando Vasco Cordeiro diz que agora é que vão investir em novas creches”, lembrando que o atual Governo PSD/CDS/PPM “protocolou mais de 600 novas vagas nesta valência social” e que “estão previstos vários investimentos na construção e ampliação de creches na região financiados por fundos comunitários”.

“Está previsto um investimento de cerca de 10 milhões de euros em obras candidatadas ao Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) e Programa Açores 2030 para requalificação de equipamentos sociais de apoio à infância”, vincaram.

A Coligação PSD/CDS/PPM lamentou, todavia, que a “reprovação do Orçamento Regional para 2024 pelo PS, BE e IL atrasem o avanço destes investimentos, comprometendo uma resposta mais célere às famílias açorianas”.

Outra solução apontada por PSD/CDS/PPM para “melhorar as estruturas de apoio às famílias” tem que ver com o “licenciamento de novas amas integradas em creche familiar”.

“Com esta governação da Coligação PSD/CDS/PPM apostou-se na realização de novos cursos de formação inicial de amas e, por outro, na melhoria do estatuto remuneratório destas profissionais, valorizando o empreendedorismo laboral e a diversificação de respostas adequadas aos contextos de cada comunidade e família”, referiram.

“Em três anos, o Governo do PSD/CDS/PPM reduziu as listas de espera em creche em todas as ilhas dos Açores e reforçou as vagas substancialmente. Reafirmamos o compromisso de continuar a trabalhar em soluções inovadoras para robustecer a resposta a todas as famílias açorianas”, concluíram.