O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) elevou hoje para laranja o aviso emitido para as ilhas do grupo Central dos Açores para quarta-feira devido à precipitação forte, na sequência da depressão Hipolito.

Na segunda-feira o IPMA colocou os grupos Oriental (São Miguel e Santa Maria) e Central (Terceira, São Jorge, Pico, Graciosa e Faial) sob aviso laranja relativo ao vento, havendo ainda avisos amarelos para todo o arquipélago devido ao vento, à precipitação e à agitação marítima.

As ilhas do grupo Central estavam sob aviso amarelo (o menos grave de uma escala de três) por precipitação por vezes forte entre as 23:00 locais de hoje e as 23:00 de quinta-feira.

No entanto, o IPMA elevou hoje para laranja (o segundo mais grave) o aviso referente à precipitação forte, podendo ser acompanhada de trovoada, no grupo Central, entre as 02:00 locais (03:00 em Lisboa) e as 23:00 de quarta-feira.

“Elevámos hoje para laranja em relação à chuva para o grupo Central. Uma nova atualização refere a previsão de precipitação contínua e mais intensa”, explicou à agência Lusa a meteorologista Rita Mota, da delegação do IPMA nos Açores.

Rita Mota disse ainda que a influência da depressão “vai sentir-se até domingo em todo o arquipélago”, embora “nem sempre com a mesma intensidade”.

As cinco ilhas do grupo Central vão estar também sob aviso laranja, que já tinha sido emitido na segunda-feira, por causa do vento (direção de sueste) entre as 17:00 locais de quarta-feira e as 05:00 de quinta-feira.

No grupo Oriental o aviso laranja referente ao vento (direção de sueste) vai vigorar entre as 17:00 de quarta-feira e as 05:00 de quinta-feira.

As ilhas de São Miguel e Santa Maria vão estar também com avisos amarelos por causa da agitação marítima e precipitação por vezes forte, podendo ser acompanhada de trovoada, entre quarta-feira e quinta-feira.

A influência desta depressão “deverá começar a sentir-se a partir da madrugada do dia 10 de janeiro (quarta-feira) e manter-se-á, pelo menos, até ao fim de semana”.

“Prevê-se que a depressão Hipolito provoque um aumento significativo da intensidade do vento, com rajadas na ordem dos 110 quilómetros/hora nos grupos Central e Oriental, e até 100 quilómetros/hora no grupo Ocidental”, adiantou o IPMA, no comunicado divulgado na segunda-feira, indicando estar previsto também “um aumento da agitação marítima, com ondas que podem atingir os sete metros de altura significativa em todo o arquipélago”.

No grupo Ocidental (Flores e Corvo) foram emitidos avisos amarelos de agitação marítima, vento e precipitação, entre hoje e quinta-feira.

O aviso laranja é o segundo mais grave da escala e é emitido em “situação meteorológica de risco moderado a elevado”.

Já o aviso amarelo é emitido sempre que existe uma situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.