A coligação PSD/CDS-PP/PPM, que venceu as eleições, e o PS reforçaram domingo o número de votos, em termos absolutos, nas legislativas para a Assembleia Regional dos Açores em relação às eleições de 2020, segundo os resultados provisórios apurados.

A coligação PSD/CDS-PP/PPM alcançou hoje 48.668 votos (42,08% e 26 dos 57 mandatos), de acordo com os dados provisórios apurados no final do escrutínio.

Segundo o mapa oficial elaborado pela Comissão Nacional de Eleições referente a 2020, nessas eleições os três partidos concorreram em separado e conseguiram em conjunto 43.363 votos (e 25 mandatos).

Destes, o PSD teve então 35.094 votos (35,05%, 21 mandatos), o CDS-PP 5.739 (5,73% e três mandatos), o PPM 2.415 (2,41%, um mandato) e a coligação do PPM com o CDS-PP no Corvo obteve ainda 115 votos (0,11%).

Entre os votos validamente expressos, em 2020 o PS obteve 40.703 (correspondentes a 40,65% e a 25 mandatos no parlamento regional, perdendo a maioria absoluta), enquanto hoje reforçou o número de votos para 41.538 votos (35,91%), mas conseguiu apenas 23 mandatos.

Em 2020, o PS venceu, mas perdeu a maioria absoluta, e quem governou foi uma coligação pós-eleitoral de direita (PSD/CDS-PP/PPM), suportada por uma maioria de 29 deputados após assinar acordos de incidência parlamentar com o Chega e a IL (que o rompeu em 2023).

O Chega foi hoje a terceira força mais votada, com 10.626 votos (9,19%) que lhe valeram cinco deputados, e mais do que duplicou a votação de 2020, quando foi o quarto partido mais votado, com 5.262 votos (5,26%, dois mandatos).

O BE obteve hoje 2.936 votos (2,54%) e um deputado, quando em 2020 tinha alcançado dois deputados e 3.962 votos (3,96%).

Em 2020, a Iniciativa Liberal conseguiu 2.012 votos (2,01%) e um mandato que manteve hoje, com 2.482 votos (2,54%), enquanto o PAN também manteve um deputado com 1.907 votos (1,65%), um resultado abaixo dos 2.005 votos (2%) que obteve nas ultimas eleições.

Já sem obter mandatos para a assembleia legislativa, a coligação PCP-PEV (CDU) conseguiu 1.823 votos (1,58%) – em 2020 obteve 1.741 votos (1,74%) e saiu do parlamento regional.

O Livre teve 735 votos (0,64%), o JPP 625 votos (0,54%), o ADN 381 votos (0,33%) e a coligação MPT/Aliança teve quatro votos (0,00%).

A abstenção nas eleições de hoje fixou-se nos 49,67%, representando uma maior afluência às urnas em relação às eleições anteriores, em 2020, quando se fixou em 54,59%, a segunda maior de sempre.