O Marítimo SC recebeu no passado dia 27janeiroGDS Cascais no pavilhão Municipal Carlos Silveira a contar para a 16ª jornada do Campeonato Nacional da 3ª Divisão, zona Sul B.

O Marítimo e venceu o jogo com o Cascais por 6 – 0, com 2 – 0 ao intervalo.

Marítimo SC:

Cinco Inicial: GR Tiago Simões, Tiago Leite, Vilson Bartolotto, Tiago Botelho e Octávio Zangheri.

GR Nuno Teixeira, Carlos Guimarães, Alexandre Resendes, Henrique Viçoso e Bruno Botelho.

Treinador: Júlio Soares

Golos: Carlos Guimarães (2), Octávio Zangheri (3), Vilson Bartolotto (1).

GDS Cascais:

Cinco Inicial: GR Francisco Vaz, Gonçalo Belo, Tiago Lourenço, Pedro Gomes, Miguel Silveira

GR Rodrigo Patrão, Vasco Oliveira, Rodrigo Silveira, Duarte Oliveira e Duarte Silva

Treinador: Luís Adrião

Disciplina: Vasco Oliveira e Duarte Oliveira ambos punidos com cartão azul.

Arbitragem de Rui Martins, árbitro de Categoria B

Antes de nos debruçarmos sobre o jogo, de realçar no banco técnico do Cascais o treinador Luís Adrião, oriundo de uma família com muitos pergaminhos no hóquei patins.

Para este jogo o Marítimo apresentou a jogo mais um reforço de Inverno de nome Hélder Capinha, um jovem muito promissor que veio para fortalecer mais o grupo e “atacar” a subida à 2ª divisão Nacional.

Nesta primeira parte tivemos um Marítimo taticamente e tecnicamente bem organizado trocando bem a bola entre si,e com ritmo elevado. Apostou num cinco inicial muito competente, tendo em Tiago Botelho um bom organizador de jogo e lá na frente o Argentino Octávio Zangheri muito irrequieto na manobra ofensiva.

Por outro lado, tivemos um Cascais com uma equipa muito jovem, tem no seu seio jovens que também atuam na equipa de Sub 23 a nível nacional. A aposta do clube é formar e trazer para a competição jogadores que no futuro possam atuar na equipa principal.O Cascais tem no capitão de equipa Pedro Gomes o mais experiente, que em pista procura tranquilizar os mais jovens.

E foi no minuto 18:58 que o Marítimo abriu o ativo por Octávio Zangheri com assistência de Tiago Leite, estava feito o 1 – 0. E poucos minutos depois foi de novo Octávio Zangheri a fazer o “bis” na partida, resultado com que terminou a 1ª parte.

A 2ª parte o Cascais entrou para o jogo com ideias renovadas, procurando reduzir o marcador, mas teve no Marítimo uma equipa coesa e sempre que atacava a baliza adversária era com muito perigo. A supremacia dos azuis da Calheta foi por demais evidente, e mais uma vez o Octávio Zangheri faz o 3 – 0 ao minuto 23:11 e terceiro da sua autoria.

O 4 – 0 apareceu para os azuis da Calheta por intermédio de Vilson Bartolotto, um reforço de Inverno ao minuto 17:24, redimindo-se o livre direto perdido alguns minutos antes.

Aos 9:20 novo golo 5 – 0, para o Marítimo e da autoriaCarlos Guimarães a culminar uma boa jogada de entronizamento e a culminar uma boa assistência de Octávio Zangheri para golo.

E quando faltava cerca de 7 minutos para terminar o jogo, Júlio Soares fez entrar o também reforço de Inverno Hélder Capinha, que foi apresentado ao público micaelense. Trata-se de um jovem atleta muito promissor e com muita margem de progressão.

O Marítimo não baixou o ritmo, e ao minuto 8:16 de novo Carlos Guimarães fez o 6 – 0 para os Açorianos.

O Cascais ao falhar um livre direto aos 2:14 por Vasco Oliveira, perdeu assim uma oportunidade de reduzir o marcador.

E na transformação de uma penalidade contra o Cascais, Carlos Guimarães também não foi capaz de aumentar o marcador, mas por boa defesa do GR Rodrigo Patrão, terminando o jogo pouco depois com o resultado em 6 – 0 para os azuis da Calheta.

Fazendo uma apreciação final ao jogo, vi um Marítimo mais coeso, com a aposta de dois reforços de Inverno já no cinco inicial, que fizeram a diferença na área adversária, transformado as boas jogadas em golos de belo efeito.

Uma arbitragem que passou despercebida, com alguns erros de Rui Martins para os dois lados, sem qualquer influência no jogo, falhando só na amostragem de um cartão azul para os Continentais, quando o Marítimo executava um ataque prometedor.

Com esta vitória o Marítimo continua a liderar a classificação geral com 37 pontos e mantém a distância para o segundo lugar o Sporting CP “B” que ainda não jogou para esta jornada.

O GDS Cascaismantém4º lugar com 23 pontos em 14 jogos, resultante de7V, 2E, 5D com GM51 e 60GS.

O próximo jogo do Marítimo no próximo fim-de-semana, volta a ser jogado em Ponta Delgada, mas contar para a 2ª jornada com HC Vasco da Gama, que na classificação geral ocupa a 10ª posição e a um ponto atrás do HC Ponta Delgada.