A operação de transporte marítimo de passageiros da Atlânticoline será retomada hoje à tarde nos Açores, depois dos cancelamentos das viagens entre Faial, Pico e São Jorge, devido aos estragos provocados pela depressão Hipólito no terminal marítimo da Horta.

“A avaliação da área molhada do terminal de passageiros já foi efetuada esta manhã por uma lancha de pilotos da Portos dos Açores e estão reunidas as condições para os navios poderem atracar”, garantiu à Lusa o tenente Pereira David, adjunto do capitão do Porto da Horta, adiantando que a Atlânticoline tem agora ‘luz-verde’ para retomar a operação na Horta.

Na quinta-feira, a depressão Hipólito levou ao aumento da agitação marítima nos Açores, do quadrante sueste, causando forte ondulação na zona costeira da cidade da Horta, que provocou estragos e inundações em moradias e estabelecimentos comerciais e também no terminal de passageiros, que ficou inoperacional.

“Sabemos e temos a informação dos danos que estão mais do que relatados no terminal de passageiros da Horta, que ainda não está operacional e que ainda vai levar algum tempo até ficar”, adiantou Pereira David.

Apesar disso, fonte da empresa pública Atlânticoline, garantiu à Lusa que as ligações entre as ilhas do Triângulo (Faial, Pico e São Jorge), serão retomadas hoje à tarde, já na zona do terminal de passageiros da Horta, que está a ser alvo de trabalhos de limpeza e manutenção.

A forte ondulação verificada na quinta-feira no Grupo Central dos Açores galgou o molhe de proteção do cais de passageiros, destruindo as portas e a cobertura do terminal e inundando também as salas e embarque e desembarque de passageiros e até mesmo o parque de estacionamento, que ficou coberto de pedras e de detritos.

Apesar das ligações marítimas de passageiros terem sido canceladas, o “Cruzeiro do Canal”, uma das embarcações da Atlânticoline, efetuou hoje de manhã uma ligação não programada entre Horta e Madalena (ilha do Pico), para transportar dois doentes para o Hospital da Horta.

O Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores mantém um aviso amarelo para o Grupo Oriental, até às 14:00 de sábado, mas apenas devido à previsão de chuva forte e trovoada.