O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou hoje os grupos Oriental e Central dos Açores sob aviso laranja e emitiu aviso amarelo para todo o arquipélago devido à formação da depressão Hipolito.

Segundo um comunicado do IPMA, a depressão Hipolito, com um sistema frontal associado, encontrar-se-á, às 06:00 de quinta-feira, “centrada a cerca de 300 km a sudoeste (SW) do Faial, com uma pressão no seu centro de 980 hPa”.

“Prevê-se que, a depressão Hipolito provoque um aumento significativo da intensidade do vento, com rajadas na ordem dos 110 km/h nos Grupos Central e Oriental, e até 100 km/h no Grupo Ocidental”, adianta o IPMA.

Segundo a fonte, a previsão indica que a depressão provocará também “um aumento da agitação marítima, com ondas que podem atingir os sete metros de altura significativa em todo o arquipélago”.

“Associada a esta situação meteorológica deverá ocorrer precipitação por vezes forte, podendo ser acompanhada de trovoada”, acrescenta.

O IPMA refere que a influência desta depressão “deverá começar a sentir-se a partir da madrugada do dia 10 de janeiro (quarta-feira) e manter-se-á, pelo menos, até ao fim de semana”.

Devido à aproximação de uma superfície frontal fria e da posterior formação da depressão Hipolito, o IPMA emitiu um aviso laranja, devido ao vento (direção de sueste), para as ilhas do grupo Oriental (São Miguel e Santa Maria) e Central (Faial, Pico, Graciosa, São Jorge e Terceira) entre as 17:00 locais (18:00 em Lisboa) de quarta-feira e as 07:00 locais (06:00:00 em Lisboa) de quinta-feira.

Na quarta-feira, as ilhas do grupo Oriental também estão sob aviso amarelo por vento (direção de sul, rodando para sueste) entre as 11:00 locais (12:00 em Lisboa) e as 17:00 locais (18:00 em Lisboa).

O mesmo aviso vai vigorar por agitação marítima (ondas de oeste, passando a sul), das 11:00 locais (12:00 em Lisboa) de quarta-feira e as 08:00 locais (09:00 em Lisboa) de quinta-feira e por precipitação “por vezes forte, podendo ser acompanhada de trovoada”, entre as 20:00 locais de quarta-feira (21:00 em Lisboa) e as 11:00 locais de quinta-feira (12:00 em Lisboa).

Nas ilhas do grupo Central, o aviso amarelo, por precipitação por vezes forte, é válido entre as 23:00 locais de terça-feira e as 23:00 de quinta-feira e por vento (direção do quadrante sul) entre as 11:00 locais e as 17:00 de quarta-feira.

O aviso amarelo também foi decretado para as mesmas ilhas por agitação marítima (ondas do quadrante sul), entre as 17:00 locais de quarta-feira e as 07:00 de quinta-feira.

Por fim, o IPMA colocou hoje as duas ilhas do grupo Ocidental dos Açores (Flores e Corvo) em aviso amarelo, por agitação marítima (ondas de oeste, passando temporariamente a noroeste, até às 23:00 locais de terça-feira), por vento (direção de sul, rodando para sudoeste, entre as 11:00 locais e as 20:00 de terça-feira) e por precipitação por vezes forte (entre as 14:00 locais e as 20:00 de terça-feira).

O aviso laranja é o segundo mais grave da escala e é emitido em “situação meteorológica de risco moderado a elevado”, segundo o IPMA.

Já o aviso amarelo, o menos grave de uma escala de três, é emitido sempre que existe uma situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.