Foto: Hugo Frias

O Santa Clara sofreu hoje a primeira derrota na edição 2023/24 da II Liga portuguesa de futebol, ao perder em casa com o Mafra por 1-0, culpa de um golo nos descontos, em encontro da 16.ª jornada.

O único golo da partida foi apontado aos 90+3 minutos, por Diogo Almeida, e vale, para já, a subida do Mafra ao quinto posto, com 24 pontos, contra 33 do Santa Clara, que pode cair do segundo para o terceiro lugar.

As oportunidades de golo foram escassas na primeira parte, apesar da equipa açoriana ter tido mais domínio territorial. O Mafra, em sentido inverso, tentou sair em contra-ataque.

Destaque para um cabeceamento de Luís Rocha ao lado, aos nove minutos, na sequência de um canto cobrado do lado esquerdo.

Os ‘encarnados’ de Ponta Delgada voltaram a criar perigo aos 24 minutos, através de um remate do brasileiro Lucas Soares, defendido por Oláfsson, que depois ainda teve de afastar a bola com uma palmada, em virtude da aproximação de Rafael Martins.

Logo no arranque da etapa complementar, Lucas Soares voltou a ameaçar o golo, mas o remate de pé esquerdo acabou nas mãos do guardião do Mafra.

A primeira ocasião de perigo da turma lisboeta surgiu aos 69 minutos, num livre direto cobrado por Balbúria, que embateu com estrondo na barra.

O Santa Clara respondeu também de bola parada, com Luís Rocha a cabecear ao lado, após canto cobrado por Serginho.

Aos 90+3 minutos, houve ‘balde de água fria’ para a turma da casa, com Diogo Almeida a marcar o tento solitário. O avançado do Mafra finalizou sem oposição na grande área, num lance em que Luís Rocha intercetou de forma incompleta o cruzamento de Mesaque Djú.

O Mafra regressou, assim aos triunfos, depois da derrota caseira por 2-0 com o líder AVS.

Jogo no Estádio de São Miguel, em Ponta Delgada.

Santa Clara – Mafra, 0-1.

Ao intervalo: 0-0.

Marcador:

0-1, Diogo Almeida, 90+3 minutos.

Equipas:

– Santa Clara: Gabriel Batista, Sidney Lima, Luís Rocha, Pedro Pacheco, Lucas Soares, Klismahn (Miguel Pires, 71), Serginho, Paulo Henrique (Ricardinho, 60), Bruno Almeida (João Lima, 71), Gabriel Silva (MT, 83) e Rafael Martins (Vinicius, 71).

(Suplentes: Marcos Díaz, Sema Velázquez, João Lima, Ricardinho, Andrézinho, Ageu, Miguel Pires, MT e Vinicius).

Treinador: Vasco Matos.

– Mafra: Ólafsson, Texel (Texel, 83), João Goulart, Ousmane Diao, Pedro Barcelos, Gui Ferreira (Mesaque Djú, 87), Pedro Bravo, Miguel Sousa (Rodri, 76), Nibe (Chriso, 76), Lind (Balbúrdia, 46) e Diogo.

(Suplentes: André Paulo, Beni Junior, Chriso, Mesque Djú, Moreno, Lopes, Gabi, Rodri e Balbúrdia).

Treinador: Silas.

Árbitro: João Gonçalves (AF Porto).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Pedro Pacheco (19), Miguel Sousa (29), Luís Rocha (49), Rafael Martins (67), Vinicius (80), Rodri (90+5) e Diogo Almeida (90+5).

Assistência: 1.347 espetadores.