Vitória do Marítimo sobre o Juventude Viana com incerteza do resultado

Teve lugar no passado sábado no pavilhão Carlos Silveira o jogo dos 32 avos da Taça de Portugal em hóquei patins, entre o Marítimo SC e o Juventude de Viana. Venceu o Marítimo SC por 6 – 4. As equipas estavam empatadas 2 – 2 ao intervalo.

Vitória merecida do Marítimo perante a Juventude de Viana, em que ambas as equipas entraram para este jogo com o único objetivo, a passagem à eliminatória seguinte da Taça de Portugal.

O Juventude de Viana a militar no Campeonato Nacional 2ª divisão zona norte, está no 2º lugar na classificação geral e aposta nesta época a subida à 1ª divisão.

Um senão neste jogo, foi a RTP Açores não poder gravar imagens e o jornalista Arthur Melo de recolher notas, derivado à falta de espaço para a comunicação social na tribuna improvisada, dado que o jogo foi transmitido pelo hoqueipatins.pt.

Os cerca de quase nove minutos de jogo, ambos os conjuntos jogaram numa toada de “ataque e contra-ataque” e numa “embrulhada” de jogadores junto à baliza de Tiago Simões do Marítimo, aconteceu o 1 – 0 por intermédio de Carlos Loureiro do Juventude Viana aos 16:49. E num remate de meia pista de Henrique Viçoso aos 16:34 o Marítimo faz o empate 1 – 1, em que o guarda redes dos nortenhos não viu a bola entrar na sua baliza.

Os Continentais não baixaram os braços e adiantaram-se no marcador 2 – 1, num golo com assistência de Thomás Molina a Guilherme Magalhães aos 11:02. Passado cerca de dois minutos os micaelenses empatam de novo o jogo a 2 – 2 por intermédio de Octávio Zangheri, resultado com que terminou a 1ª parte.

Nesta 2ª parte, ainda não tinha passado um minuto de jogo e o Marítimo dava a volta ao resultado com a marcação do 3 – 2 por Henrique Viçoso. E foi na transformação de um livre direto que os azuis da Calheta por intermédio de Octávio Zangheri fizeram o 4 – 2 aos 13:50.

O treinador do Juventude de Viana, André Torres, solicitou um desconto de tempo, para corrigir algumas lacunas táticas da sua equipa. Este descanso foi proveitoso e o Juventude Viana reduziu o marcador para 3 – 4 por intermédio de Carlos Oliveira aos 11:44.
A pressão sobre o Marítimo foi intensa e aos 11:13 o Viana empata o jogo 4 – 4 por João Araújo. O Marítimo beneficiou de um livre direto, com a expulsão (mostragem de cartão azul) de Martim Almeida e Octávio Zangheri falha a concretização.

E numa transição com bom entendimento entre Carlos Guimarães e Bruno Botelho, este desfez o empate aos 09:09. E foi de novo o Marítimo que aumentou de novo o marcador, numa fase em que o cansaço já era notado e Octávio Zangheri marca o 6 – 4, com assistência de Carlos Guimarães, fazendo assim o terceiro da sua autoria nesta partida.

Foi ainda o Juventude Viana a beneficiar de uma penalidade, que resultou de uma falta técnica na área do Marítimo, defendido por GR Nuno Teixeira a remate de Camilo Ramirez aos 02:23.

O Marítimo nestes minutos finais rodou a bola e só rematando pela certa.
Com o soar da buzina terminou mais um jogo em que o Marítimo venceu por 6 – 4 o Juventude Viana, rumo à próxima eliminatória da Taça.

Não tenho dúvidas que as bolas paradas no hóquei patins, têm influência no resultado do jogo e neste jogo o Juventude Viana teve uma e falhou, já o Marítimo nas duas que teve falhou uma, obteve 50% na finalização.

Quanto à arbitragem Gonçalo Pereira não esteve bem, pois deixou de marcar um livre direto por falta a quando de uma jogada de jogada prometedora do Marítimo SC, na zona central da pista prejudicando assim os micaelenses.

O treinador Júlio Soares dos azuis da Calheta, protestou desta decisão e o árbitro Gonçalo Pereira, advertiu-o verbalmente.

Por outro lado, Fernando Lopes esteve bem na amostragem do cartão azul a Martim Almeida do Juventude Viana, que resultou no livre direto falhado pelos azuis da Calheta.

As equipas alinharam:

Marítimo SC

Cinco Inicial: Guarda-redes Tiago Simões, Carlos Guimarães, Bruno Botelho, Octávio Zangheri, Henrique Viçoso.

Guarda-redes Nuno Teixeira, Alexandre Resendes, Henrique Pimentel e Hugo Monteiro.

Treinadores: Júlio Soares

Marcadores: Octávio Zangheri (3), Henrique Viçoso (2) e Bruno Botelho (1)

Disciplina: Bruno Botelho (advertência).

Juventude Viana

Cinco Inicial: Gabriel Silva, Camilo Ramirez, João Araújo, Carlos Loureiro e Bruno Loja.
José Pereira, Carlos Oliveira, Thomás Molina, Martim Almeida, Guilherme Guimarães.
Marcadores: Carlos Oliveira (1), Guilherme Guimarães (1), João Araújo (1) e Carlos Loureiro (1).

Treinador: André Torres

Disciplina: Martim Almeida (cartão azul)

Arbitragem de Gonçalo Pereira, árbitro de Categoria A e Fernando Lopes, árbitra categoria B