A freguesia piscatória de Rabo de Peixe, no concelho da Ribeira Grande, na ilha de São Miguel, vai ter uma nova lota, anunciou hoje o secretário regional do Mar e das Pescas dos Açores.

Manuel São João explicou que, “com as obras de construção do porto de pescas de Rabo de Peixe de 2012 a 2014, a lota existente ficou deslocalizada em relação ao porto”.

“Portanto, é imperioso deslocalizar para o terrapleno norte, para cima do cais, por forma a facilitar as operações de descarga, com tudo o que esta implica em termos de custo e qualidade do pescado”, referiu, citado numa nota de imprensa do executivo açoriano.

O titular da pasta das Pescas afirmou que a nova lota “compreenderá uma área de 800 metros quadrados, o dobro da atual”, e indicou que o concurso de elaboração do projeto foi agora lançado pela Lotaçor.

O projeto contempla duas câmaras de conservação de refrigerados de 90 metros cúbicos e permite duplicar a área de bancada para os compradores e a zona da recolha/depósito e lavagem de caixas.

Manuel São João considerou que “este será um edifício moderno, cujo projeto será posteriormente posto à consideração de todo o setor, por forma a fazer uma lota que sirva não só a comunidade piscatória de Rabo de Peixe, assim como, e em caso de necessidade, sabendo que há necessidade de requalificar a lota de Ponta Delgada, estar munidos de um edifício em condições, de modo a articular entre as duas lotas a primeira venda de pescado”.

O projeto terá um custo base de 50 mil euros e o edifício a projetar um valor de cerca de um milhão de euros, pretendendo-se fazer uma candidatura ao programa MAR2030.

O prazo de execução do projeto é de 150 dias e prevê-se dar início à obra em 2024.

A obra, indicou Manuel São João, resulta da necessidade de requalificar os entrepostos e lotas da região, começando por Rabo de Peixe.

Há necessidade de “atuar em Ponta Delgada e no curto prazo também no Posto de Recolha de Vila Franca do Campo, em que se procura proceder até ao final do verão a uma requalificação do entreposto, que funciona de forma precária há alguns anos”, acrescentou.

Em Rabo de Peixe, o secretário regional aproveitou para ver as pequenas obras de melhoramento que estão a ser realizadas no pontão, sublinhando que este “estava a necessitar de intervenção”.

Foi substituído o pavimento e foram reforçadas as estacas, para uma maior segurança.