Dois avaliadores da UNESCO estarão nos Açores, a partir de terça-feira, no âmbito do processo de revalidação do Geoparque açoriano nas Redes Europeia e Global daquelas organização, foi hoje revelado.

De acordo com nota informativa, dois avaliadores da UNESCO – Goran Radonic (Croácia) e Egídio Calabrese (Itália) – estarão entre os dias 18 e 23 de julho numa missão de avaliação, que irá percorrer as ilhas de São Miguel, Graciosa e Terceira, para “uma revalidação do Geoparque Açores como Geoparque Mundial da UNESCO por um novo período de quatro anos.

Com a entrada do Geoparque Açores nas Redes Europeia e Global de Geoparque (EGN e GGN), em 2013, iniciou-se “um desafiante percurso de valorização e promoção da geodiversidade e património geológico dos Açores”, assente na “geoconservação, educação geoambiental e desenvolvimento socioeconómico por via do geoturismo”, refere a nota, acrescentando que os avaliadores vão verificar ‘in loco’ “as condições de operação do Geoparque Açores e o seu nível de excelência” em vários domínios.