Três pessoas ficaram em prisão preventiva e duas com termo de identidade e residência por serem suspeitas de pertencerem a uma alegada rede de tráfico de droga que operava em São Jorge, nos Açores, revelou hoje a PSP.

Segundo o Comando Regional da PSP, os suspeitos, detidos “em flagrante delito” em 09 de julho, são quatro homens com idades entre os 24 e os 57 anos e uma mulher com 48 anos.

A polícia acredita ter sido “possível desmantelar uma rede de tráfico de estupefacientes a operar no concelho de Velas”, após uma investigação desenvolvida “ao longo de vários meses”.

Foi possível apreender “2.202 doses individuais de haxixe, 128 doses individuais de canábis, prontas para consumo, uma quantia monetária de 3.636,06 euros, reproduções de arma de fogo e outras armas”, além de “objetos relacionados com o tráfico”, adianta a PSP em comunicado de imprensa.

A rede operava supostamente a partir de duas residências localizadas na vila de Velas, local “aonde se dirigiam um número significativo de consumidores unicamente com o propósito de adquirir produto estupefaciente”, acrescenta a PSP.

O alegado grupo organizado era dirigido por dois suspeitos, que agiam em cooperação com outros dois elementos responsáveis pelo armazenamento do produto e ainda um terceiro suspeito que fazia o transporte da droga por via marítima até à ilha de São Jorge.

No decurso desta operação foram cumpridos dois mandados de detenção fora de flagrante delito, três mandados de busca e apreensão domiciliária e dois mandados de busca não-domiciliária no concelho de Velas. Foi ainda cumprido um mandado de busca domiciliária no concelho da Praia da Vitória, na ilha Terceira.

Os detidos foram presentes a primeiro interrogatório judicial no Tribunal Judicial de Velas.

A operação envolveu as polícias da Esquadra de Velas, em estreita colaboração com as esquadras da Calheta (São Jorge), de Investigação Criminal de Angra do Heroísmo e da Praia da Vitória (ambas da ilha Terceira) e o Grupo Operacional Cinotécnico da Força Destacada, da Unidade Especial de Polícia.