O navio hidrográfico da Marinha D. Carlos I largou em 03 de julho para mais uma missão de âmbito hidrográfico com duração prevista de 47 dias, no arquipélago dos Açores, foi hoje anunciado.

Em comunicado, a Marinha explica que a missão tem como objetivo continuar a caracterização de alta resolução da morfologia do fundo marinho, nos três grupos do arquipélago açoriano, começando pelo grupo ocidental, ao largo da ilha das Flores.

A missão inclui também o apoio direto a uma Brigada Hidrográfica do Instituto Hidrográfico, entretanto já projetada para o arquipélago, para efetuar a sondagem dos fundos no interior dos portos e de áreas junto à linha de costa das ilhas.

A bordo do navio estão 34 elementos da guarnição e três sargentos alunos, que realizam o estágio final do Curso de Especialização em Hidrografia e Oceanografia.