Os Açores tinham 5.260 desempregados inscritos no Centro de Qualificação e Emprego da região no final de maio, mês durante o qual 128 açorianos foram colocados no mercado de trabalho, informou hoje o Governo Regional.

Numa nota publicada no ‘site’ oficial do executivo, a Secretaria Regional da Juventude, Qualificação Profissional e Emprego indica que estavam “5.260 desempregados inscritos no Centro de Qualificação e Emprego da Região, no final do mês de maio”.

Nesse mês, “foram satisfeitas mais 115 ofertas de emprego, que se refletiram na colocação de 128 açorianos no mercado de trabalho”, acrescenta.

Ainda de acordo com a nota, os dados estatísticos indicam “uma diminuição de 12,81% nos inscritos à procura de primeiro e novo emprego em maio, face ao período homólogo e uma redução de 3,08% em relação ao mês anterior, ou seja, abril”.

“A grande maioria dos desempregados, 76,82%, enquadram-se nas atividades do setor dos serviços”, referiu o Governo Regional (PSD/CDS-PP/PPM).

Por ilhas, São Miguel regista 67,60% dos desempregados na região, a ilha Terceira 15,70%, Pico 5,49%, Faial 3,48%, São Jorge 2,21%, Graciosa 1,98%, Santa Maria 1,69%, Flores 1,71% e Corvo, 0,13%.

Quanto aos concelhos, Ponta Delgada, Ribeira Grande e Angra do Heroísmo representavam em maio “57,60% da totalidade dos desempregados registados nos Açores”, lê-se.

Em relação aos programas de inserção socioprofissional, segundo a fonte, existiam no mês de maio um total de 2.244 ocupados na região, sendo 1.115 homens e 1.129 mulheres.

Relativamente às medidas de promoção de emprego jovem, foram contabilizados 1.177 jovens a desenvolver projetos em contexto real de trabalho, com destaque para o Estagiar L e T.

Em formação, no mês de maio, estavam 288 açorianos.