Pub

Opinião: Gualter Furtado | A Caça entre a Cultura, o Vinho e a Gastronomia

1 – Introdução A caça confunde-se com o desenvolvimento da humanidade, de tal forma que é lícito afirmar-se que não existe caça sem a humanidade, mas também o progresso da humanidade deve muito à atividade da caça, designadamente no período a seguir aos primeiros grupos...

Opinião: Gualter Furtado | Pombo-torcaz e o Melro-negro

Antes mesmo dos primeiros povoadores terem chegado aos Açores já existiam nestas ilhas os pombos torcazes (Columba palumbus azorica) e com uma grande abundância em algumas zonas como era o caso do Vale das Furnas. Trata-se de uma ave que primitivamente vivia na nossa floresta...

Gualter Furtado: A Viola dos dois Corações 

Viola de dois corações A viola das tradições A nossa viola da Terra Aquela que nunca erra Viola de dois corações Hino à nossa memória Que toca as emoções Vividas na nossa história Viola de dois corações Símbolo de dois amores A América e os Açores Registo das Migrações Viola de dois corações Toca e canta a...

Opinião: Gualter Furtado | Na Hora da Partida de um Homem Digno

O Padre Cassiano das Furnas deixou-nos fisicamente muito recentemente e com a partida dele foi-se mais uma referência nossa. A minha geração que partilhou com o Padre Afonso Arruda Quental, algumas tristezas, mas muito mais alegrias, foi crescendo e moldando o seu carácter, vendo os...

Por Guater Furtado: Açores o dia da Região

Que o dia da Região Signifique a unidade Sendo que esta União Respeita a diversidade E em toda a ocasião Vive a solidariedade Hoje é o dia maior de Bodo Nos Açores e em cada Ilha, Valorizados como um todo Em solidariedade e partilha! As nossas ilhas unidas São fortes e coerentes, Mas se estão divididas São...

Gualter Furtado: Furnas o Vale Formoso

Na boca de um Vulcão Nasceu um Vale verdejante E um Povo com Coração Foi nele sem medo habitar Construindo um lugar pujante Que todos querem visitar É a Pátria das Flores Com dezenas de nascentes A melhor montra dos Açores De azáleas e camélias sem igual Com caldeiras efervescentes E inhame de sabor conventual Vale...

Opinião: Gualter Furtado | Natal em Tempo de Chumbo

Todos os anos o Natal é um tempo de balanço, criação e de vida. Mas esta Quadra Natalícia que vamos viver será diferente, mais cinzenta, mais controlada, mais desequilibrada e até mais perigosa, em consequência da Pandemia provocada pelo Covid-19 que cresceu e multiplicou-se...

Gualter Furtado: Tio José Braga dos Anjos – 86 anos

Dia 27 de Agosto de 2020 levanto-me às 5 horas da manhã e não é para caçar, mas com a mesma alegria e uma sensação de liberdade tranquila, que só em poucas ocasiões tenho a felicidade de poder sentir. Tenho de ir apanhar um voo...

Gualter Furtado: Festas do Senhor Santo Cristo dos Milagres – 2020

A devoção do nosso Povo Pelo Senhor Santo Cristo Trespassa o velho e o novo, Como testemunha o Registo.   No silêncio do Santuário, E umas festas perdidas, Resta Cristo no Sacrário, A luz das nossas vidas.   Gualter Furtado, 15 de maio de 2020 | Neste tempo de Chumbo de Covid-19

Gualter Furtado: Correio dos Açores 100 anos de causas

No dia 1 de maio de 2020 faz 100 anos que Francisco Luís Tavares um Republicano assumido se associa ao monárquico José Bruno Tavares Carreiro para darem inicio ao Correio dos Açores, fixando assim uma característica deste jornal que o irá marcar até aos...

Últimas Notícias