© European Union | Vasco Cordeiro e Roberta Metsola

O Presidente do Comité das Regiões Europeu (CdR), Vasco Alves Cordeiro, e Roberta Metsola, Presidente do Parlamento Europeu (PE), assinarão na próxima quarta-feira, 28 de fevereiro, em Estrasburgo, um Memorando de Entendimento que estipula as ações a desenvolver entre as duas instituições por forma a mobilizar os cidadãos da UE para as eleições europeias de junho.

As duas assembleias políticas da UE visam, assim, potenciar o papel dos seus membros na aproximação entre as decisões tomadas pelas Instituições comunitárias e as comunidades regionais e locais. De acordo com o Memorando, os eurodeputados juntar-se-ão aos presidentes de regiões, presidentes de câmara, conselheiros e jovens políticos eleitos do CdR para envolver os cidadãos europeus nas eleições e fazer ouvir a sua voz.

A propósito, Vasco Alves Cordeiro, Presidente do Comité das Regiões Europeu, afirmou: “Com as eleições europeias à porta, é da maior importância mobilizar os órgãos de poder local e regional para o futuro da União Europeia. As políticas da UE para fazer face às catástrofes climáticas, apoiar os agregados familiares mais vulneráveis, promover o talento jovem ou investir em infraestruturas essenciais dependem das regiões e dos municípios para se tornarem realidade. É por esta razão que o Comité das Regiões Europeu, que representa mais de um milhão de líderes locais e regionais, estabelecerá esta parceria com o Parlamento Europeu. É o nosso futuro que está em jogo. É a União Europeia que queremos ver debatida e votada. Os municípios e as regiões são o coração da nossa União – façamos com que a voz de todos os territórios conte”.

O Memorando de Entendimento estipula ações conjuntas a realizar nos 27 Estados-Membros, incluindo eventos e debates a nível da UE, nacional e local, ações conjuntas nos meios de comunicação social e campanhas de sensibilização nas redes sociais. De acordo com o mesmo, o Comité mobilizará os seus membros e as suas redes de contacto, como o Programa Jovens Políticos Eleitos (YEP) e a Rede Europeia de Conselheiros Regionais e Locais, que contam com mais de 800 e 3000 membros, respetivamente, para mobilizar proativamente os representantes locais e regionais — e as respetivas comunidades — no debate sobre o próximo mandato político comunitário.

O Comité colaborará ainda com o Parlamento Europeu para apetrechar a plataforma together.eu, que proporciona aos cidadãos a possibilidade de se ligarem e se reunirem, partilharem conhecimentos, aprenderem novas competências e debaterem questões europeias com impacto no terreno.

O Memorando de Entendimento será assinado algumas semanas antes da 10.ª Cimeira Europeia das Regiões e dos Municípios, que terá lugar em Mons, na Bélgica. Alguns dos principais eurodeputados juntar-se-ão a milhares de presidentes de câmara, vereadores, ministros regionais e representantes de alto nível para debater soluções locais para os desafios globais que as pessoas e os territórios enfrentam e que conta com duas sessões dedicadas às eleições europeias e à visão das regiões e dos municípios para o futuro da Europa.

Já a 1 e 2 de março, o Presidente do Comité participa no congresso eleitoral do Partido Socialista Europeu (PES), em Roma, organizado com o apoio do Partido Democrático (PD) – que adoptará o manifesto do PES para as eleições para o Parlamento Europeu de Junho.

Vasco Cordeiro intervirá no Seminário promovido pelo Grupo Socialista no Comité das Regiões, a 1 de março, a propósito do tema “A geografia do descontentamento: perspectiva comparativa e estudos de caso” e, no dia 2 de março, no painel “Soluções para uma melhor qualidade de vida”, que conta ainda com as intervenções do Comissário Europeu para a Economia, Paolo Gentiloni, dos líderes dos partidos socialistas irlandês e croata e do vice-primeiro-ministro de Malta.

O Congresso do PES elegerá ainda o candidato da família socialista europeia à liderança da próxima Comissão Europeia.