O festival Tremor, que vai decorrer em março, na ilha de São Miguel, abriu dois processos de candidatura para a participação de músicos residentes nos Açores em dois projetos de criação e residência, revelou hoje a organização.

Segundo uma nota de imprensa, o primeiro processo destina-se a ‘MCs’ de ‘hip-hop’ “com canções originais criadas, que tenham interesse e disponibilidade para participar numa residência de criação a ser desenvolvida em março”, sendo que o projeto será orientado por Sam the Kid e contará com os contributos da Escola de Música de Rabo de Peixe. O objetivo da residência é a criação de um espetáculo inédito, a estrear durante o festival.

O segundo processo de candidatura do Tremor refere-se a mais uma edição da Orquestra Modular Açoriana e destina-se a músicos profissionais ou amadores, residentes no arquipélago dos Açores, que possuam sintetizadores, modulares e teclados, visando a participação num momento musical único a ser apresentado na edição deste ano do festival. O concerto terá a forma de uma performance duracional, acontecendo entre as 16:00 e as 00:00 locais de 20 de março.

As inscrições podem ser feitas através do preenchimento de formulário disponível no ‘website’ do festival Tremor (www.tremor-pdl.com/).