A Assembleia de Apuramento Geral dos resultados das eleições legislativas regionais dos Açores, que decorreram no domingo e foram ganhas pela coligação PSD/CDS-PP/PPM, terminou hoje sem alteração de mandatos, segundo o edital enviado à agência Lusa.

A assembleia começou na terça-feira e terminou hoje, na Direção Regional de Organização, Planeamento e Emprego Público, em Angra do Heroísmo, na ilha Terceira.

O diretor regional de Organização, Planeamento e Emprego Público, Délio Borges, disse à Lusa que a Assembleia de Apuramento Geral confirmou o apuramento parcial, não havendo alteração da distribuição dos mandatos.

Ainda segundo Délio Borges, da respetiva ata, que será enviada primeiramente para a Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores, não constam protestos ou reclamações.

Segundo o mapa calendário das operações eleitorais da Comissão Nacional de Eleições (CNE), nos dois dias posteriores àquele que se concluiu o apuramento geral, o presidente da assembleia, o juiz presidente do Tribunal Judicial da Comarca dos Açores, Pedro Albergaria, envia, “por seguro do correio ou por próprio, contra recibo”, dois exemplares da ata à CNE e ao membro do Governo Regional com competência em matéria eleitoral, neste caso o secretário regional das Finanças, Planeamento e Administração Pública, Duarte Freitas.

Nos oito dias subsequentes à receção da ata de apuramento geral, a CNE elabora e faz publicar na 1.ª série no Diário da República o mapa oficial com o resultado das eleições.

A coligação PSD/CDS/PPM venceu as eleições regionais dos Açores, com 42,08% dos votos, e elegeu 26 deputados, mas ficou a três da maioria absoluta, segundo dados oficiais provisórios.

José Manuel Bolieiro, líder da coligação de direita, no poder no arquipélago desde 2020, disse que irá governar com “uma maioria relativa” nos próximos quatro anos.

O PS foi a segunda força no arquipélago, com 23 mandatos (35,91%), seguido pelo Chega, com cinco mandatos (9,19%).

O Bloco de Esquerda (2,54%), a Iniciativa Liberal (2,15%) e o partido Pessoas-Animais-Natureza (1,65%) elegeram um deputado regional cada, completando os 57 eleitos.

O representante da República para os Açores, Pedro Catarino, prevê ouvir os partidos políticos com representação na Assembleia Legislativa nos dias 19 e 20 de fevereiro, depois de publicados os resultados oficiais.