O Novo Banco dos Açores teve em 2023 lucros de 10,6 milhões de euros, um valor que representa mais do dobro do obtido no anterior, adiantou, num comunicado hoje divulgado.

“Os resultados da atividade do novobanco dos Açores, neste período, apresentam um aumento substancial quando comparados com os do período homólogo, explicado, na sua grande maioria, pelo forte crescimento da margem financeira, que atingiu os 2,9%, e contribuiu para um aumento de 131,9% do resultado financeiro do banco”, destacou a entidade, na mesma nota.

Em 2023, “o crédito a clientes (líquido) apresentou uma variação positiva de 3,6%”, indicou a instituição.

Na mesma nota, o banco referiu que foi concluída a primeira fase iniciada a segunda fase do projeto de renovação da rede física dos balcões, tendo sido reinaugurados seis agências bancárias, onde se inclui o edifício sede.

A renovação da rede de balcões continuará em 2024, abrangendo as restantes agências, de modo a completar toda a rede comercial, representando um investimento total de cerca de cinco milhões de euros, adianta.

O Novo Banco dos Açores tinha, no final de 2023, 33.239 clientes, segundo a informação hoje divulgada.

A instituição disse ainda que conta com “um rácio de solvabilidade (CET 1) a reforçar-se para 16,3% (em novembro) e o rácio de liquidez (LCR) confortável nos 223,3% (dezembro)”.