A coligação PSD/CDS/PPM conquistou hoje 10 deputados na ilha de Miguel, nas eleições regionais dos Açores, enquanto PS obteve oito e Chega conseguiu dois, segundo dados oficiais.

A coligação PSD/CDS/PPM conseguiu 39,68% dos votos, com 23.940 votos, o que resultou na eleição de 10 deputados, designadamente José Manuel Bolieiro (líder do PSD Açores), Sofia Ribeiro, José Cunha Simões (independente), Maria João Carreiro (independente), Jaime Vieira, Maria Eugénia Leal, Flávio da Silva Soares, José Machado, Délia Melo e José Leal, de acordo com os dados da Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna (MAI).

O PS conseguiu oito mandatos após arrecadar 35,23% dos votos (21.255 votos), menos 5,11% do que nas eleições de 2020, quando registou 40,34% (20.813 votos) e elegeu nove deputados.

Os oito mandatos do PS foram atribuídos a Vasco Cordeiro (líder do PS Açores e antigo presidente do governo regional), Cristina Calisto, Pedro Melo, Marlene Damião de Medeiros, André Franqueira Rodrigues, Sandra Dias Faria, Carlos Rego Silva e Gualberto Rita, segundo os dados da Secretaria-Geral do MAI.

O partido Chega conseguiu 7.106 votos (11,78%) e eleger dois deputados, mais do que duplicando o resultado de 2020, em que teve 2.962 votos (5,74%) e um mandato.

São Miguel concentra mais de metade da população dos Açores (133.288, segundo os Censos de 2021) e é a maior ilha do arquipélago, com seis concelhos (Ponta Delgada, Ribeira Grande, Lagoa, Vila Franca do Campo, Povoação e Nordeste) e 64 freguesias.

O círculo eleitoral de São Miguel é o maior do arquipélago, com 128.814 inscritos, segundo o mapa oficial da CNE, e 20 mandatos. Nas últimas eleições regionais, a ilha foi a que apresentou a maior taxa de abstenção (58,38%).

Em 2020, o PS venceu as eleições no maior círculo eleitoral, com 20.813 votos (40,34%), mas perdeu três mandatos, alcançando nove, os mesmos do que o PSD, com 19.565 votos (37,92%). O Chega elegeu um deputado por São Miguel pela primeira vez, com 2.962 votos (5,74%), e o BE voltou a eleger um parlamentar, com 2.320 votos (4,5%), o que não aconteceu nestas eleições deste ano.

Freguesias: 64

  • Total de Mandatos: 20
  • Inscritos: 128.778
  • Votantes: 60.332 (46,85%)
  • Abstenção: 68.448 (53,15%)

Votos:

  • PSD/CDS/PPM: 23.940 votos (39,68%) – 10 mandatos
  • PS: 21.255 votos (35,23%) – 8 mandatos
  • Chega: 7.106 votos (11,78%) – 2 mandatos
  • BE: 1.680 votos (2,78%)
  • PAN: 1.392 votos (2,31%)
  • IL: 1.341 votos (2,22%)
  • Livre: 535 votos (0,89%)
  • JPP: 495 votos (0,82%)
  • PCP/PEV: 477 votos (0,79%)
  • ADN: 174 votos (0,29%)
  • Brancos – 1.097 votos (1,82%)
  • Nulos – 840 votos (1,39%)
Partido Percentagem Mandatos
PSD, CDS-PP, PPM 39,68% 10
PS 35,23% 8
Chega 11,78% 2
BE 2,78%
IL 2,22%
PAN 2,31%
CDU 0,79%
Livre 0,89%
ADN 0,29%
JPP 0,82%
Abstenção 53,15%