Na categoria de “Best Non-Music Festival”, melhores festivais que não têm a música como foco, o Montanha Pico Festival volta a ficar na lista finalista dos melhores dez na Península Ibérica. Os prémios Ibéricos são atribuídos a 15 de Março, em Granada, numa organização da APORFEST.
Montanha Pico Festival é dedicado à sétima arte, o único festival em Portugal com o tema da cultura montanhosa. Na montanha mais alta do país, filmes são apresentados, durante o mês de janeiro, pelos três concelhos da ilha. Além de obras que destacam a cultura montanhosa pelo mundo, ou histórias em cenários de montanhas, o festival também tem espaço para trabalhos produzidos ou filmados nos Açores. “Este é o único projeto anual nos Açores que dá a oportunidade de mostrar nos grandes ecrãs o que se faz nas ilhas,” admite Terry Costa, o diretor artístico da MiratecArts, a associação produtora do evento. “Acabamos de encerrar a décima edição, e ano após ano aprendemos muito, reformulamos, adaptamos e improvisamos sempre, com o intuito de apresentar o mais diversificado programa às nossas audiências.”

Montanha Pico Festival é dedicado ao cinema do mundo e produção audiovisual dos Açores, mas também tem promovido um concurso de fotografia e exposições, na sua programação. A décima primeira edição será apresentada a 11 de dezembro, Dia Internacional da Montanha. www.picofestival.com