Os Açores registaram cerca de 120,5 mil dormidas em alojamentos turísticos em dezembro de 2023, menos 5,5% do que no período homólogo, segundo estimativas do Serviço Regional de Estatística (SREA) divulgadas hoje.

“O Indicador de Turismo prevê que terão sido registadas no mês de dezembro, em toda a região, cerca de 120,5 mil dormidas no conjunto dos estabelecimentos de alojamento turístico (hotelaria, alojamento local e turismo em espaço rural)”, lê-se numa publicação do SREA, divulgada na sua página na Internet.

Segundo o Serviço Regional de Estatística, “o valor desta estimativa das dormidas é inferior em 5,5%, quando comparado com o valor definitivo do mês homólogo (127,5 mil)”.

A publicação destaca ainda o número de passageiros desembarcados nos aeroportos dos Açores, em dezembro, provenientes de voos com origem no continente português e na Madeira e de voos internacionais.

De acordo com dados revelados anteriormente pelo SREA, a região contabilizou 124.024 desembarques nesse mês, mais 4,4% do que em dezembro de 2022.

Os passageiros provenientes de voos internacionais (11.484) aumentaram 21,3%, enquanto os viajantes com origem no continente e na Madeira (61.010) registaram uma quebra de 1,1%.

O IT realça também os levantamentos e compras em caixas automáticas (CA) e terminais de pagamento automático (TPA) feitos por nacionais (207,5 milhões euros) e estrangeiros (9,7 milhões euros), realizados em dezembro nos Açores.

As compras realizadas em TPA atingiram 164,5 milhões de euros (mais 7% do que no período homólogo), dos quais 156,2 milhões com cartões de bancos nacionais (mais 6,4%) e 8,4 milhões com cartões de bancos internacionais (mais 20,2%).

Já os levantamentos em CA atingiram 52,7 milhões de euros (menos 2,7%), dos quais 51,4 milhões nacionais (menos 2,8%) e 1,3 milhões internacionais (mais 0,04%).

Segundo o SREA, o Indicador de Turismo (IT) “tem por objetivo estimar a evolução geral da atividade económica no setor do turismo na Região Autónoma dos Açores”.

“O IT-Açores resulta da adição das estimativas das dormidas registadas nos três tipos de alojamento turístico e é divulgado cerca de três semanas antes da publicação do destaque da Atividade Turística”, lê-se na publicação.

A estimativa das dormidas no conjunto da hotelaria, no turismo rural e no alojamento local “recorre aos valores registados no Inquérito à Permanência de Hóspedes na Hotelaria e outros alojamentos” e à “extrapolação de tendências de acordo com a taxa de resposta expectável em cada caso”.