O preço da gasolina nos Açores desce 2,6 cêntimos por litro no dia 01 de fevereiro e o preço do gasóleo baixa 3,9 cêntimos por litro, de acordo com um despacho publicado hoje em Jornal Oficial.

O executivo açoriano [PSD/CDS-PP/PPM] justifica o “ajustamento do preço máximo de venda ao público” dos combustíveis com “as recentes variações no mercado internacional das cotações de referência dos produtos petrolíferos e energéticos”.

O preço da gasolina baixa pelo quarto mês consecutivo, nos Açores, num total de 18,6 cêntimos, depois de uma subida de 9,8 cêntimos em setembro e outubro.

Já o gasóleo regista uma redução no preço pelo terceiro mês, passando a custar menos 16,9 cêntimos do que em novembro, depois de ter subido 21,4 cêntimos em três meses.

A partir de 01 de fevereiro, a gasolina passa a custar 1,447 euros por litro nos Açores (menos 2,6 cêntimos do que em janeiro), enquanto o gasóleo é fixado em 1,399 euros por litro (menos 3,9 cêntimos).

Também o preço do gasóleo colorido para a agricultura e para as pescas, definido noutro despacho, baixa 3,9 cêntimos por litro.

O gasóleo colorido e marcado consumido na agricultura passa a custar 1,028 euros por litro, enquanto o preço do gasóleo colorido e marcado consumido na pesca é fixado em 0,838 euros por litro.

O fuelóleo com teor de enxofre inferior ou igual a 1%, classificado pelos códigos NC 27101951 a 27101962, quando destinado a outros consumos, fornecido a granel nas instalações das companhias distribuidoras em cada ilha, aumenta de 0,615 euros para 0,618 por quilograma.

Já o classificado com o código NC 27079999 passa de 0,627 euros para 0,631 por quilograma.

O gás butano vendido em garrafas, canalizado ou em granel mantém o preço, variando entre 1,348 euros por quilograma (a granel) e 1,618 por quilograma (garrafa de 24 litros, construída em materiais leves, vendida ao público, no local de consumo).

Os preços máximos dos produtos petrolíferos e energéticos nos Açores são “alterados no dia 01 de cada mês e nos montantes equivalentes à variação do valor do Preço Europa (PE) mensal”.

Em março de 2023, o executivo açoriano aumentou a taxa do Imposto sobre os Produtos Petrolíferos e Energéticos (ISP) em 10 cêntimos, justificando a decisão com “uma tendência de normalização dos preços dos combustíveis no mercado mundial, para valores similares aos anteriores à crise geopolítica provocada pela guerra na Ucrânia”.

São cobrados 46,5 cêntimos de ISP por litro no caso da gasolina e 24,2 cêntimos no caso do gasóleo.

O ISP nos Açores tinha baixado, em agosto de 2022, nove cêntimos na gasolina e 11,3 cêntimos no gasóleo.

O executivo açoriano tinha já reduzido o ISP em quatro cêntimos na gasolina e em dois cêntimos no gasóleo, em novembro de 2021, e em 11 cêntimos nos dois combustíveis, em abril de 2022.