O vice-presidente do Grupo Parlamentar do PS Francisco César, também membro do Secretariado Nacional deste partido, vai encabeçar a lista de candidatos socialistas a deputados pelo círculo dos Açores nas próximas eleições legislativas.

Nas segunda e terceira posições – lugares considerados elegíveis pelos socialistas açorianos -, o PS recandidata respetivamente o deputado Sérgio Ávila (da Terceira), que é membro da Comissão Parlamentar de Orçamento e Finanças, e a secretária de Estado da Igualdade e Migrações, Isabel Rodrigues (São Miguel).

A lista de candidatos a deputados proveniente dos socialistas dos Açores vai ser agora submetida a uma formalidade de apreciação e votação em sede de Comissão Política Nacional do PS, na terça-feira. No entanto, até hoje, nunca a Comissão Política Nacional do PS procedeu a qualquer alteração em relação à ordem de uma lista antes aprovada pela estrutura regional dos Açores.

Em 2015, o ex-secretário-geral do PS António Costa tentou substituir Carlos Pereira por Bernardo Trindade como cabeça de lista pelo círculo da Madeira, mas não conseguiu, porque a estrutural regional madeirense dos socialistas invocou os seus poderes autonómicos e recusou ceder perante a direção nacional.

Francisco César, que será o “número um” socialista pelos Açores é um dos elementos que faz parte do “núcleo político” do novo secretário-geral do PS, Pedro Nuno Santos, e integra o órgão de direção deste partido, o Secretariado, que foi eleito na semana passa em reunião da Comissão Nacional realizada em Coimbra.

Como vice-presidente do Grupo Parlamentar do PS, Francisco César, de 45 anos, coordenou na última legislatura as áreas da Segurança Social e Trabalho, dos Negócios Estrangeiros e Defesa Nacional.

Após as segunda e terceira posições da lista de candidatos a deputados, o PS escolheu o deputado regional Tiago Branco (Faial) para figurar em quarto lugar, e a médica Vanessa Amaral Goulart (Pico) para o quinto lugar.

Segundo fonte da estrutura regional deste partido, nenhum dos candidatos a deputados à Assembleia da República é também em simultâneo candidato nas eleições de fevereiro para a Assembleia Legislativa Regional dos Açores.

Nas eleições legislativas de janeiro de 2022, o PS venceu a coligação PSD/CDS-PP e elegeu três dos cinco deputados do círculo dos Açores.