Jogou-se este sábado no pavilhão Carlos Silveira o jogo dos 16 Avos da Taça de Portugal, entre o Marítimo SC e o Riba d’ Ave HC Sifamir. Venceu o Riba d’ Ave ao Marítimo SC por 6 – 2. Os micaelenses já perdiam ao intervalo por 2 – 0.

Vitória merecida do Riba d’ Ave, com ritmo de primeira divisão, com um Marítimo com a lição bem estudada na primeira parte. Ambas as equipas entraram para este jogo com o único objetivo que era a vitória e passar esta eliminatória da Taça de Portugal.

O Marítimo com este jogo já pensava de certeza no jogo no Continente com o Sporting CP “B” no próximo fim de semana, pois o adversário neste jogo não lhe deu qualquer hipótese com velocidade alta e com muita pressão.

E foi ao minuto 17:08 que após amostragem do cartão azul ao Pedro Silva do Riba D’Ave, que foi marcado o primeiro livre direto a favor do Marítimo que Octávio Zangheri não concretizou.

Por outro lado, o Riba D’Ave também não beneficiou da transformação de um livre direto aos 15:07, por mostragem do cartão azul ao Tiago Leite. E foi preciso chegar ao minuto 14:38 para o Riba D’Ave abrir o ativo por Rui Silva após uma confusão dentro da área dos micaelenses.

E foi no minuto 2:33 que o Riba D’Ave faz o 2 – 0 por intermédio de Franco Toledo, resultado com que termina a primeira parte.

Tivemos nesta primeira parte um Marítimo tranquilo, com mais soluções a jogar na transição, pois o adversário também esteve bem ao anular as transições dos micaelenses e a jogar em velocidade.

O 3 – 0 só apareceu aos 17:04 da 2ª parte, com assistência de Daniel Pinheiro para Rui Silva, mas com um Riba D’Ave a por o pé no acelerador e tentar resolver o jogo a seu favor. Mais uma vez o Rui Silva faz o 4 – 0 aos 13:57 para o Riba D’Ave e com assistência de Daniel Pinheiro.

As bolas paradas neste jogo não foram o prato forte pois o Riba D’Ave falhou mais uma aos 13:43 por intermédio de Remi Herman, e aos 4:29 por Gustavo Pato.

Depois de muitas transições não conseguidas Tiago Leite reduziu mo marcador para 1 – 4 aos 11:17. O Riba D’Ave insistiu na pressão e Gustavo Pato, faz o 5 – 1 aos 4:53 com assistência de Pedro Silva.

Por outro lado, o Marítimo também falhou aos 12:09 por Tiago Leite, mas Carlos Guimarães aos 3:24 reduziu o marcador na transformação de uma penalidade para 2 – 5. E já nos dois minutos finais e quando já se notava algum cansaço nos azuis da calheta, o Riba D’Ave fechou o resultado em 6 – 2 por intermédio de Daniel Pinheiro.

Foi um bom ensaio do Marítimo para o jogo com o Sporting e teve no Riba D’Ave HC uma equipa digna de primeira divisão que veio aos Açores demonstrar a sua qualidade técnica e individual dos seus atletas.

Após este jogo o pensamento do Riba D’Ave é outro e já a pensar na 2ª volta do Campeonato Nacional que vai ser para recuperar os pontos perdidos na primeira volta.

Em jeito de comentário final sobre esta eliminatória da Taça de Portugal, o Marítimo não deixou o seu crédito por mãos alheiras, pois é o guia isolado na 3ª Divisão Nacional.

Um ponto muito positivo para ambos os treinadores colocaram em pista todos elementos convocados para este jogo, dando assim minutos de competição.

Marítimo SC
Cinco Inicial: Guarda-Redes Tiago Simões, Carlos Guimarães, Tiago Botelho, Octávio Zangheri, Henrique Viçoso.
Guarda-redes Nuno Teixeira, Alexandre Resendes, Vilson Bartolotto, Henrique Pimentel e Tiago Leite.
Treinadores: Júlio Soares
Marcadores: Tiago Leite (1) e Carlos Guimarães (1)
Disciplina: Tiago leite (azul)

Riba D’Ave HC / Sifamir
Cinco Inicial: GR Álvaro Golpe, Remi Herman, Pedro Silva, Rui Silva e Francisco Toledo.
GR Pedro Pereira, Gustavo Pato, Anderson Silva, Daniel Pinheiro e Inigo Mendioroz.
Treinador: Raul Lopes

Disciplina: Pedro Silva (azul) e Rui Silva (azul).

Arbitragem de Gonçalo Pereira, Árbitro de Categoria A e Fernando Lopes, Árbitro Categoria B