Olá, o meu nome é Noélia Arruda, & “A Saúde Fertil da Mulher” é uma rubrica que é emitida na Açores 9 rádio e que depois é disponibilizada em Podcast, onde iremos abordar a essência da Mulher ao longo da vida, nas várias fases do ciclo de vida feminino, desde a vida intrauterina até à pós-menopausa, sempre com um olhar de proteção e promoção da sua saúde na vertente física, mental, emocional e espiritual. Gostaria de convidar todas as mulheres para que abram a sua mente e o seu coração para a transformação, porque é realmente possível mudar a sua vida!

Aos 40 anos existem desafios na fisiologia de uma mulher porque o organismo é uma orquestra de hormonas! Como ocorre na adolescência aos 40 anos há também uma modificação dos níveis hormonais. E o primeiro desafio é aceitar estas alterações!

Os comportamentos e hábitos alimentares, o sucesso profissional, o estilo de vida, um olhar sobre a vida numa outra perspetiva, na maioria dos casos, está desajustado às necessidades básicas do organismo. E aí começa…. Uma necessidade de doces… um apetite descontrolado…. dificuldade em perder peso… mudanças no corpo… noites mal dormidas…. ansiedade… e muitas vezes a depressão… A abordagem deverá ser direcionada em 5 pilares fundamentais: 1 – estudo das análises, para avaliar as funções hormonais e défices nutricionais; 2 – a regulação do sono – para promover um envelhecimento mais lento; 3 – um intestino regular e funcional, um equilíbrio bacteriano e absorção dos nutrientes; 4 – um estilo de vida ativo com regular pratica de atividade física e 5 – uma alimentação e nutrição adequada e personalizada.

Nas análises clinicas podemos verificar como está o funcionamento da tiróide, hormona de crescimento, níveis de cortisol, Vitamina D, iodo, selénio… se há um aumento do apetite há aumento da Grelina e diminuição da Leptina – hormona da saciedade.

Se não há boa higiene de sono (8 horas por noite) há diminuição da melatonina, os níveis de cortisol estão mais elevados, começa a ocorrer uma estimulação de insulina e consequentemente maior acumulação de gordura corporal pelo próprio organismo.

A atividade física produz endorfinas que são hormonas que equilibram o apetite e o sono, aumentam a autoestima e o bem-estar, aumentam o tónus muscular, reduz a acumulação de gordura corporal e retarda o envelhecimento.

Termino com a seguinte reflexão: Os Alimentos são para Todos os dias. E a sua Saúde? Viva Bem… Coma melhor!

Até para a semana!