O Presidente do Partido Socialista e Presidente Honorário do PS/Açores, Carlos César, é o Mandatário Regional da candidatura do PS/Açores às eleições legislativas regionais do próximo dia 4 de fevereiro.

Para o Presidente Vasco Cordeiro, “é uma honra e um motivo de orgulho” poder contar com a presença de um Açoriano “conhecedor da realidade regional” e cuja “experiência e provas dadas serão uma mais-valia no projeto de futuro, de coesão e de progresso do Partido Socialista”.

Segundo o líder socialista, e candidato a Presidente do Governo Regional, a experiência e o conhecimento de Carlos César quanto aos desafios com que a Região está confrontada, representa bem a importância de o Partido “chamar a si os melhores para ajudarem a retomar o caminho que foi interrompido em 2020 e que permite levar a Região para a frente”.

Salientando que no próximo dia 4 de fevereiro os Açorianos serão chamados a decidir o futuro da Região, “não apenas quanto à escolha dos órgãos de Governo, mas, também, com a escolha daquele que é o melhor projeto para o desenvolvimento e progresso dos Açores”, Vasco Cordeiro reforçou a importância deste ato eleitoral face à atual conjuntura.

“Os últimos três anos ficaram marcados por uma instabilidade governativa que começou, desde logo, com os parceiros da coligação estendendo-se, logo de seguida, aos parceiros parlamentares, e que em nada contribuiu para o progresso da Região. Aliás, o que os dados demonstram é que os Açores estão a ficar para trás e perante claros riscos num conjunto de setores importantes da nossa economia, o atual Governo não parece estar consciente desse retrocesso”, alertou o Presidente Vasco Cordeiro, para reforçar a ideia de que os Açores valem a pena.

“É esta a motivação que nos deve nortear e que devemos conduzir para o futuro. E é contando com a presença e o apoio de personalidades como Carlos César, que o Partido Socialista pode recuperar o ritmo de coesão, de progresso e de desenvolvimento que esta Região bem precisa, e merece”, defendeu o Presidente do PS/Açores, Vasco Cordeiro.