A companhia aérea açoriana SATA Air Açores tem uma aeronave imobilizada na ilha das Flores, com uma avaria, há quase duas semanas, mas garante que tem conseguido assegurar todas as ligações programadas.

“Apesar dos constrangimentos inerentes, a companhia aérea tem conseguido corresponder ao planeamento de voos previsto”, adiantou a SATA, numa resposta por escrito à agência Lusa.

A aeronave Bombardier Q400, com capacidade para 80 passageiros, ficou retida na ilha da Flores, devido a uma avaria, no dia 07 de dezembro.

Questionada sobre a demora no conserto do avião, a SATA disse que “as condições meteorológicas adversas sentidas no arquipélago dificultaram o encadeamento dos procedimentos previstos e motivaram o diferimento da reparação”.

A companhia aérea não avançou com a previsão de uma data para que a aeronave volte a estar operacional.

A frota da SATA Air Açores, que assegura as ligações interilhas, conta atualmente sete aviões, cinco Q400 e dois Q200, com capacidade para 37 passageiros.

Questionada sobre a renovação da frota, a companhia aérea disse que a “SATA Air Açores constituiu um grupo de trabalho para estudar” a substituição da frota mais antiga, em concreto, os dois equipamentos Bombardier Q200.