O PS considerou hoje que a queda do Governo dos Açores “demonstra o claro fracasso do ensaio geral da grande aliança da Direita” e que e estabilidade política só se constrói com os socialistas.

“O fracasso nos Açores ilustra o fracasso que representaria um Governo da República suportado pelo PPD/PSD, Chega e Iniciativa Liberal”, sustenta o PS em comunicado.

Para os socialistas, “mais uma vez se verifica, como os Portugueses seguramente reconhecem, ser em torno do Partido Socialista que se constrói a estabilidade política que habilita o desenvolvimento e o progresso”.

O PS defende que “a implosão do Governo liderado pelo PPD/PSD nos Açores”, com a consequente dissolução da Assembleia Legislativa Regional dos Açores e a convocação de eleições antecipadas, “demonstra o claro fracasso do ensaio geral da grande aliança da Direita”

O Presidente da República anunciou hoje dissolução da Assembleia Legislativa Regional dos Açores e marcou eleições regionais antecipadas para 04 de fevereiro, decisão que obteve parecer favorável de Conselho de Estado.

Marcelo Rebelo de Sousa fez este anúncio através de uma nota no sítio oficial da Presidência da República na Internet, na qual se lê que o Conselho de Estado, ouvido hoje, “deu parecer favorável, por unanimidade dos votantes” à dissolução.

Antes, em 30 de novembro, o Presidente da República ouviu os partidos representados no parlamento açoriano, na sequência do chumbo do orçamento regional para 2024.