O Governo dos Açores vai celebrar um contrato de 2,6 milhões de euros com a Câmara da Ribeira Grande para a construção da frente mar, cujo valor total vai ser de 4,1 milhões de euros, foi hoje revelado.

“Vamos protocolar um contrato ARAAL que garante, também com acesso a fundos comunitários, através desta colaboração entre Câmara Municipal e o Governo dos Açores, a realização de um sonho há muito reivindicado por parte da Ribeira Grande”, declarou o presidente do executivo açoriano, José Manuel Bolieiro.

Contratos ARAAL é a designação dada aos contratos firmados entre o Governo Regional e uma autarquia tendo em vista determinado investimento.

O líder do Governo Regional (PSD/CDS-PP/PPM) falava aos jornalistas à margem da abertura de um curso no polo de Rabo de Peixe da Escola do Mar, na Ribeira Grande.

Bolieiro reforçou que a requalificação da orla marítima vai “valorizar a Ribeira da Ribeira Grande”. O apoio de 2,6 milhões de euros da região ao município da costa norte da ilha de São Miguel vai ser realizado de forma faseada nos anos de 2023, 2024 e 2025.

Já o presidente da Câmara da Ribeira Grande “agradeceu” o apoio do Governo Regional, que vai ser “fundamental” para a concretização daquela “revindicação justa e antiga”.

“Nós neste momento já lançamos o concurso de 4,1 milhões de euros para uma frente de cerca de 200 metros lineares sobre a última intervenção que fizemos na orla marítima”, destacou.

Alexandre Gaudêncio (PSD) disse que a autarquia espera que a obra fique consignada ainda este ano e concluída no final de 2024.

“O restante montante será financiado por capitais próprios do município. Por precaução fizemos um empréstimo bancário que porventura agora não será necessário com este contrato ARAAL”, assinalou o edil.

Hoje, Bolieiro participou na abertura do curso “Pescador Mais”, uma medida “baseada no modelo do programa Reativar” destinada ao setor da pesca.