Sandra Dias Faria

O PS/Açores considerou hoje que os números do desemprego no arquipélago “confirmam a tendência crescente” deste indicador, sublinhando que nos três anos de Governo PSD/CDS-PP/PPM os dados regionais foram superiores aos nacionais em 70% dos trimestres.

Citada em nota de imprensa, a deputada do PS/Açores Sandra Dias Faria referiu que os dados publicados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) indicam que os Açores estão “em contraciclo com todas as restantes regiões do país”.

A taxa de desemprego nos Açores fixou-se em 6,7% no 2.º trimestre de 2023, um aumento de 0,5 pontos percentuais face ao 1.º trimestre do ano (6,2%), revelou hoje o Serviço Regional de Estatística.

Segundo a deputada do parlamento regional, regista-se “um forte agravamento do desemprego nos Açores, já que a taxa de desemprego é de 6,7%, a segunda maior taxa de Portugal, acima da taxa de desemprego nacional, que é de 6,1%”.

A deputada diz que os Açores são “a única região do país onde o desemprego subiu, relativamente ao trimestre anterior (+0,5 pontos percentuais)”.

“Há uma diminuição do número de empregados em relação ao trimestre anterior e em relação ao trimestre homólogo de 2022 e é preciso ter presente que, nestes três anos de Governo Regional PSD-CDS/PP-PPM, com o apoio da IL e do Chega, o desemprego foi superior ao desemprego nacional em 70% dos trimestres”, afirmou a parlamentar.

Sandra Dias Faria disse que esta matéria é “um motivo de preocupação”, salientando que “também o deveria ser para o Governo Regional dos Açores e para os partidos de direita que o sustentam”.