A ilha do Faial vai passar a ter mais dois voos semanais da SATA Air Açores de e para São Miguel, que serão realizados à terça-feira e ao sábado, ao final da tarde, anunciou hoje o Governo Regional.

A informação foi avançada pela secretária regional do Turismo, Mobilidade e Infraestruturas, Berta Cabral, na terça-feira, na cidade da Horta, na sessão solene do 190.º aniversário da cidade.

Segundo uma nota do Governo dos Açores divulgada hoje no seu ‘site’, Berta Cabral adiantou que os dois voos “já se encontram disponíveis no sistema de reservas da SATA Air Açores”.

Fonte do executivo esclareceu à Lusa que em causa estão ligações de ida e volta entre Ponta Delgada (ilha de São Miguel) e a Horta (Faial).

“A criação da Tarifa Açores e a significativa expressão da sua aplicação nos percursos de e para a Horta, assim como o aumento da oferta de lugares e frequências semanais dos voos interilhas, são um compromisso claro com os faialenses e com quem visita esta ilha”, sustentou a governante, citada no comunicado.

Quanto aos transportes marítimos assegurados pela Atlânticoline, Berta Cabral sublinhou que, “com reforço de rotas e ligações, estes têm correspondido à consolidação do ‘triângulo’ [ilhas do Faial, Pico e São Jorge] como uma realidade turística singular e complementar com grande valia para todas e cada uma das ilhas que o compõem”.

“A promoção efetiva do destino, o aumento expressivo das receitas da hotelaria, o crescimento do número de passageiros desembarcados e de dormidas e a consequente dinamização cultural e económica do Faial são sinais claros do desenvolvimento turístico desta ilha, em linha com o crescimento que se verifica em todos os Açores”, frisou.

Em relação às infraestruturas, a governante destacou a construção da nova fase da obra de requalificação urbana da frente mar da cidade da Horta.

Trata-se de um investimento municipal que conta com a cooperação financeira da região, através de contrato ARAAL (regime de cooperação técnica e financeira entre a administração regional e a administração local) formalizado entre o Governo dos Açores (PSD/CDS-PP/PPM) e o município.

Segundo Berta Cabral, esta é “uma formalização que atesta a complementaridade e o espírito de colaboração entre a administração regional e as autarquias locais, uma proximidade fundamental para se implementarem projetos e iniciativas vitais para o desenvolvimento local e regional e responder a necessidades concretas das populações”.

A governante referiu que a ampliação do aeroporto da Horta é mais uma evidência dessa proximidade e um compromisso assumido perante a Câmara Municipal e todos os faialenses, “cumprido sem reservas, através da formalização de um contrato ARAAL”.

“Este contrato concretiza um apoio financeiro equivalente a 40% do total do investimento relacionado com a elaboração do projeto de execução de ampliação da pista do aeroporto da Horta”, adiantou.

No âmbito do PRR, a secretária regional do Turismo, Mobilidade e Infraestruturas apontou a construção da 2.ª fase da variante à cidade da Horta, orçada em mais de 15 milhões de euros, como a confirmação da “política de desenvolvimento estruturante e estratégico”.

Berta Cabral aproveitou ainda para mencionar outros investimentos do Governo Regional no Faial, como a construção de um novo edifício de apoio à Marina Norte, a criação do Centro de Invernagem e intervenções no Clube Naval, a empreitada de reparação da Escola Secundária Manuel de Arriaga, intervenções estruturais em equipamentos da Saúde e obras de proteção costeira, zonas balneares e acessibilidades.