A Secretária Regional da Educação e dos Assuntos Culturais, Sofia Ribeiro, presidiu hoje à inauguração do primeiro centro para o conhecimento e sensibilização do património subaquático dos Açores, no Banco das Artes, na cidade da Horta.

“Quem não tem a faculdade de poder fazer mergulho, encontra neste centro a possibilidade de descobrir, investigar e aperceber-se da riqueza que os Açores detêm ao largo da Horta”, explicou a governante.

Sofia Ribeiro referiu que o novo centro pretende “trazer para terra o conhecimento” que existe “debaixo de água”, deixado por naufrágios ocorridos ao longo dos últimos séculos.

Para a governante, este centro surge integrado “numa estratégia de valorização do património subaquático” que apresenta “mais valias” e potencia “parcerias” ao nível “da sensibilização ambiental” e, acima de tudo, de “estimulação do turismo cultural”.

A titular da pasta dos Assuntos Culturais admitiu estar a equacionar poder abrir “em breve” outros centros de conhecimento em outras ilhas dos Açores.

O centro inaugurado surge no âmbito do projeto Margullar da Comissão Europeia, e foi organizado em cooperação com a Agência para o Desenvolvimento da Cultura dos Açores e com a Câmara Municipal da Horta.