Pub

AÇORES 9 TV EM DIRETO

Nesta sexta-feira 5 de agosto, tem lugar o maior Festival de Folclore realizado em São Miguel, um dos maiores dos Açores e bem-conceituado a nível nacional e internacional.

Trata-se do Grande Festival de Folclore da Relva – Mostra Folclórica do Atlântico, que após um interregno de dois anos devido à pandemia, regressa este ano para a 28.ª edição.

Desde 1993, que o dia em que se realiza este Festival é considerado, na ilha de São Miguel, como o dia do Folclore por excelência, devido à realização deste grande evento da cultura popular, onde as raízes, causa da existência e identidade dos povos estão em evidência e em destaque.

Logo nos primeiros anos da sua realização, afirmou-se como um espectáculo de alto nível cultural, um retalho de tradições, merecendo desde a quarta edição o reconhecimento da Federação do Folclore Português, fruto do grande empenho da Junta de Freguesia da Relva e do Grupo Folclórico de Cantares e Balhados da Relva.

Sempre integrado nas seculares Festas de Nossa Senhora das Neves, que estão a decorrer nesta semana nesta muito antiga freguesia micaelense, é o maior cartaz turístico do programa cívico e cultural das mesmas.

Assim, na sexta-feira, 5 de agosto, às 19:30 horas, haverá Entrega de Lembranças, no Centro Cívico e Cultural da Relva e às 20:00 horas a concentração dos grupos participantes no mesmo local, podendo-se assistir pelas 20:30 horas o Desfile Folclórico e Etnográfico pela Avenida 5 de Agosto e Avenida da Igreja, onde os trajes e as danças tradicionais a desfilar far-nos-ão recuar alguns séculos atrás.

A partir das 21:00 horas, dá-se lugar à abertura oficial do XXVIII Grande Festival de Folclore da Relva – Mostra Folclórica do Atlântico, no Jardim 5 de Agosto, espaço festivamente decorado e um palco que nos reporta às Festas do Divino Espírito Santo, vivências do povo desta freguesia, como de tantas outras, como em todas as Ilhas dos Açores, durante séculos e ainda hoje vivenciado.

Às 21:15 horas, iniciar-se-á a atuação dos grupos convidados:

Grupo Folclórico da Fajã de Baixo; Rancho Folclórico da Casa do Povo do Livramento; Grupo Folclórico da Casa do Povo de Santo Espírito – Santa Maria; Grupo Folclórico Ilha Verde; Grupo Folclórico do Salão – Faial; Grupo Folclórico de São Miguel; Grupo Folclórico das Doze Ribeiras – Terceira e o anfitrião Grupo Folclórico de Cantares e Balhados da Relva.

A realização deste festival, tráz até nós o folclore de outras paragens, como este ano em que a organização para o recomeço após pandemia, deu primazia e relevância em exclusividade ao folclore açoriano, com a presença além de São Miguel, também, Santa Maria, Faial e Terceira,  à semelhança de outras regiões e países que ao longo dos anos por aqui têm passado.

Como sempre de um lado a fachada da igreja artisticamente iluminada, do outro os grupos em atuação e o público entusiasmado ao centro, o ambiente cultural, será genuinamente açoriano, pelo que a organização espera à semelhança de anos anteriores um banho de multidão.

Pub