PUB

O Presidente da República disse hoje, depois de ter votado, que “está nas mãos dos portugueses, votando, mostrarem que estão atentos ao mundo, atentos à Europa e atentos ao que se passa”.

“Demitirem-se do exercício do direito de voto, penso eu, é um erro. É legítimo, mas é um erro”, acentuou Marcelo Rebelo de Sousa, em declarações aos jornalistas.

Falando em Celorico de Basto, no distrito de Braga, onde tem raízes familiares e chegou a ser presidente da assembleia municipal durante dois mandatos, o chefe do Estado deixou um apelo aos portugueses para que não deixem de exercer o seu direito de votar: “O apelo que eu faço, renovado, é que as pessoas percebam que vão ser quatro anos com estas dificuldades que virão lá de fora, quase inevitavelmente. Quatro anos em que o voto de hoje vai ter uma importância fundamental”.

PUB
Pub