Vitor Fraga indignado com a total falta coerência do PSD/A

Após o cancelamento de todas as festividades previstas para os meses de maio, junho e julho pela Câmara de Ponta Delgada, libertando verbas de cerca de 200.000€, os vereadores do PS propuseram em reunião de Câmara realizada ontem, a aquisição de Equipamento de Proteção Individual, (viseiras, mascaras, luvas, batas, fatos de proteção, etc.) destinado aos colaboradores do município, lares de idosos, cidadãos com necessidades especiais, cidadãos mais vulneráveis, às pessoas mais fragilizadas e às famílias mais carenciadas, no montante global de 80.000 €.

A proposta dos socialistas de Ponta Delgada consistia ainda no reforço de 120.000 € do Fundo Municipal de Solidariedade Social.

Estas propostas foram chumbadas pelos vereadores do PSD daquela edilidade.

Entretanto hoje, numa nota do PSD/A enviada à Lusa, e veiculada pelos orgãos de comunicação social dos Açores,  o Presidente do PSD/A, José Manuel Bolieiro propõe a “aquisição em massa” de máscaras para distribuir pela população e pelos profissionais de saúde.

Em reação a esta notícia, Vitor Fraga, vereador do PS na Câmara Municipal de Ponta Delgada, manifestou a sua indignação pela total falta de coerência do PSD/A, publicando o seu desagrado numa publicação que fez na sua página de Facebook, onde pode ler-se “Mas o que é isto? Pequena política numa altura destas?”

O socialista de Ponta Delgada disse ainda que “o mesmo PSD que ainda ontem chumbou uma proposta que apresentamos na Câmara Municipal de Ponta Delgada, para compra de Equipamento de Proteção Individual, onde se incluía máscaras, destinado aos colaboradores do município, lares de idosos, cidadãos com necessidades especiais, cidadãos mais vulneráveis, às pessoas mais fragilizadas e às famílias mais carenciadas, utilizando assim 80.000 € dos mais de 200.000 € poupados com os cancelamentos das festas de maio, junho e julho, vem agora propor a aquisição de máscaras em massa para a população?”

Vitor Fraga conclui dizendo,”Haja respeito pelos Açorianos”