Pub

O vice-presidente do Governo dos Açores, Artur Lima, acusou hoje o PS de estar “desesperado em voltar ao poder” na região, criticando a postura do líder dos socialistas açorianos devido às propostas para mitigar os efeitos da inflação.

“Vasco Cordeiro [líder do PS/Açores] foi presidente do Governo. É preciso ter bom senso. Ele sabe o que está a dizer. Julgo que os açorianos vão percebendo que o desespero de voltar ao poder é maior do que aquele de ajudar as famílias”, afirmou.

Artur Lima falava hoje em Ponta Delgada à margem da apresentação das conclusões do Conselho de Governo Regional (PSD/CDS-PP/PPM), quando questionado pelos jornalistas sobre a gratuitidade dos jardins-de-infância proposta pelo PS na segunda-feira.

Aquela iniciativa faz parte de um pacote apresentado pelos socialistas, que defenderam a “adoção urgente de medidas” devido ao aumento do custo de vida​​​​​, como apoios às famílias com crédito à habitação e a atribuição extraordinária de 500 euros para as famílias com estudantes deslocados.

Artur Lima criticou a atitude do líder do PS/Açores, que chefiou o Governo Regional entre 2012 e 2020, apelando ao “bom senso” de Vasco Cordeiro.

“Julgo que Vasco Cordeiro, como ex-presidente do Governo, devia ter algum cuidado nas afirmações que faz, nos pedidos que faz e o no seu exagero. Não lhe fica bem. Julgo que quem foi presidente do governo deve ter um outro tipo de atitude”, afirmou.

O vice-presidente do Governo dos Açores, que tutela a Solidariedade Social, defendeu que “nunca” existiu um executivo regional “tão atento às necessidades dos mais frágeis e das famílias da classe média” como o atual.

“Em matéria de Solidariedade Social, este governo não recebe lições de ninguém e muito menos do PS de Vasco Cordeiro”, reforçou.

Na apresentação das medidas do PS/Açores, Vasco Cordeiro acusou o Governo Regional de “lucrar com a inflação”.

O atual Governo dos Açores, liderado pelo social-democrata José Manuel Bolieiro, tomou posse em novembro de 2020, terminando com uma governação de 24 anos do PS na região.

Pub