Vereadores do PSD da Praia da Vitória defendem plano de avaliação de risco

Os vereadores do PSD na Câmara Municipal da Praia da Vitória iniciaram, com o novo ano, um périplo pelas freguesias do Concelho, para “tomar conhecimento dos potenciais focos de risco identificados nas últimas intempéries, iniciativa que é o primeiro passo de um plano de avaliação e intervenção naqueles locais, tão necessário no nosso concelho”, defende Rui Espínola.

O social democrata avança que “as últimas chuvadas avisaram-nos de que o inverno está aí e nem tudo está preparado para o receber na Praia da Vitória, pois existem ribeiras por limpar e outras por fundear. Há terrenos e casas com serventia para ribeiras, onde vivem famílias que, em caso de maior precipitação, estão em situação de risco. O município tem de ter um Plano de intervenção que tenha em conta essa realidade”, reiterou.

“A nossa proposta, que já foi aprovada por unanimidade na última reunião de Câmara, é que este plano contemple a sinalização e identificação desses locais, num levantamento que deve ser feito por técnicos especializados do município, em conjunto com os presidentes de junta e populações locais”, explicou.

“Deve igualmente contemplar o tipo de intervenção necessária e o grau de urgência da mesma. E ainda identificar responsabilidades – se do município, das Obras Públicas ou da Secretaria do Ambiente – e começar a acionar os mecanismos necessários para uma intervenção eficaz. Se no final destes 4 anos, 80% desse Plano estiver implementado, e os restantes locais pelo menos identificados, ficamos muito satisfeitos”, defendeu Rui Espínola.

“Este pode, e deve ser, um complemento ao trabalho já efetuado aquando da elaboração do Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil”, acrescentou o social democrata.

O vereador do PSD afirmou ainda que “o executivo deve apostar numa postura preventiva, ao invés de remediar quando se depara com situações urgentes. No nosso entender, o município ganha a todos os níveis se assim for, não só garantido a segurança das populações, como prevenindo gastos futuros com imprevisibilidades”, disse.

Os dois autarcas eleitos pelo PSD já visitaram as freguesias das Fontinhas, Biscoitos, Agualva, Porto Martins e estarão nos próximos dias no terreno, em contato com as restantes Juntas de Freguesia, para tomar conhecimento dos potenciais locais de risco que as mesmas já tenham identificado.