Pub

A Vereadora Cristina Canto Tavares enalteceu, esta terça-feira, em Ponta Delgada, o envolvimento da comunidade micaelense na campanha de ajuda militar solidária promovida pelas Forças Armadas Portuguesas na Guiné-Bissau e que visa a doação de livros, bem como de material escolar e médico à população carenciada daquele país africano.

“É com grande satisfação que constatamos o sentido solidário da população de Ponta Delgada e da ilha de São Miguel na missão encetada pelos militares portugueses junto do povo guineense e que ouvimos por parte do Chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas que, em maio de 2022, seguiu desta Região um contentor com 21 toneladas de manuais escolares do 1º ao 6º ano de escolaridade”, declarou Cristina Canto Tavares.

A autarca falava à saída de uma conferência organizada pela Associação Seniores de São Miguel que decorreu numa unidade hoteleira de Ponta Delgada, tendo justamente como principal conferencista o Chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas, o Almirante Silva Ribeiro.

Para Cristina Canto Tavares, “o espírito solidário manifestado pelos pontadelgadenses na primeira campanha de ajuda militar na Guiné-Bissau deve perpetuar-se” e não escondeu a satisfação com o facto de a Câmara Municipal de Ponta Delgada (CMPD) ter sido parceira da iniciativa “que contou com igual solidariedade por parte de outras autarquias, juntas de freguesia, escolas e instituições religiosas, na certeza de que estamos todos a transformar positivamente a vida de alguém”.

A Vereadora da CMPD quis igualmente sublinhar a participação e as diligências solidárias da Associação Seniores de São Miguel na causa militar, lembrando tratar-se de uma entidade que a CMPD faz questão de apoiar, por força da “responsabilidade social que acompanha a sua ação” e do “exemplo de cidadania que, a cada iniciativa realizada, presta à juventude açoriana”.

Pub