Vaticano anuncia canonização do português frei Bartolomeu dos Mártires

O papa Francisco decidiu canonizar o frade e beato português Bartolomeu dos Mártires, anunciou hoje o Vaticano, na sua página oficial na Internet.

Na sua página, a Arquidiocese de Braga revela que a cerimónia da canonização decorrerá em 10 de novembro.

A Santa Sé anunciou hoje que a decisão foi aprovada na sexta-feira pelo papa, durante uma audiência concedida ao Perfeito para a Congregação dos Santos, cardeal Angelo Becciu.

Francisco “alargou à Igreja Universal o culto litúrgico em honra do beato Bartolomeu dos Mártires, da Ordem dos Frades Pregadores, do Arcebispado de Braga”.

Segundo a Arquidiocese, a 20 de Janeiro, o papa Francisco, em audiência à Congregação para a Causa dos Santos, “tinha concedido a autorização necessária à dispensa do milagre formalmente demonstrado para a declaração de santidade do beato Bartolomeu dos Mártires”.

O Arcebispo Primaz de Braga, Jorge Ortiga, entregou a 05 de Fevereiro de 2015 ao papa Francisco um dossier sobre a vida do antigo arcebispo de Braga, formulando o pedido de canonização equipolente (dispensa do milagre).

Bartolomeu dos Mártires foi declarado Venerável a 23 de Março de 1845, pelo Papa Gregório XVI e Beato, em 04 de Novembro de 2001, pelo papa João Paulo II, relembrou.

Bartolomeu dos Mártires (nascido Bartolomeu Fernandes) nasceu em Lisboa a 03 de maio de 1514 e faleceu em Viana do Castelo a 16 de julho de 1590.

Foi arcebispo de Braga entre 1559 e 1582, tendo tido uma participação importante no Concílio de Trento, como um elemento destacado da ala renovadora da Igreja de então.