Pub

O valor em capital e juros suspenso pelas moratórias de créditos ascende a 3,4 mil milhões de euros nos principais bancos que operam em Portugal, segundo o Relatório de Estabilidade Financeira hoje divulgado pelo Banco de Portugal.

O banco central divulgou hoje as estimativas dos principais oito grupos bancários que operam em Portugal sobre as moratórias de crédito, segundo as quais as prestações associadas aos empréstimos com moratórias totalizam, até final de setembro, 2,8 mil milhões de euros no crédito a empresas e 600 milhões nos empréstimos a particulares.

Já o valor total dos créditos abrangidos pelas moratórias de créditos (de particulares e empresas) é de 39 mil milhões de euros nos oito principais bancos, o que representa cerca de 22% de todos os créditos concedidos a empresas e particulares, segundo a mesma informação.

Pub