Último dia do Monte Verde Festival com muita chuva não arredou os festivaleiros

(c) Hugo Moreira

A chuva não deu tréguas no último dia do Monte Verde Festival 2019, pondo à prova o verdadeiro espírito do festivaleiro, a tenacidade dos artistas e a resistência da organização diz-se que concerto molhado é concerto abençoado.

Assim foi ontem na Ribeira Grande, numa noite que terminou já depois de o sol nascer e que contou com milhares de festivaleiros e mais de uma dezena de concertos.

Eagle-Eye Cherry trouxe ao MVF autênticos clássicos da década de 90 e outros de “Streets of You, o seu mais recente álbum, alinhados de forma a agarrar o público até ao final da atuação e tornar, fazendo jus à canção “Save Tonight”, o concerto e a noite memoráveis.

O rapper e fundador da Think Music, ProfJam, apresentou-se no palco Ribeira Grande com o novo visual e o seu mais recente trabalho, #FFFFFF. Promovido do palco secundário (no ano passado) para o palco principal do MVF, mostrou porque razão é considerado a grande afirmação do hip hop português.

O público também vibrou com o rap, R&B e o afro-trap de Plutonio. A sua versatilidade e energia inundaram o recinto.

Vant trouxe um misto de garage rock, punk e indie rock ao Monte Verde festival naquela que foi a estreia da banda inglesa em Portugal. Seguiu-se a atuação de Vitalic, um dos mais reconhecidos DJ’s e produtores da música eletrónica francesa.

Mostrou o seu estilo ímpar e pautado por sonoridades como o techno, house e electro. Foi um dos momentos altos da 8ª edição do Monte Verde Festival.

A abrir o palco principal, o açoriano Manel the Island Man e o seu rock, folk, e letras repletas de nostalgia e daquilo que o próprio apelida de “essência da alma”.

Azax Syndrom e Acid Wizard também abrilhantaram a festa, já em jeito de after party. Pelo palco Goshwak passaram Sippinpurpp, Yuzi, Phoenix RDC, Rushrap e D1scofever B2B Mike Tech.

Um vasto leque de concertos de excelência, protagonizados por verdadeiros artistas e para um público imbuído do verdadeiro espírito festivaleiro.