Pub

Os TSD/Açores consideraram hoje que o maior número de sempre de açorianos empregados (116.400) é resultado da forte atividade económica e das políticas promotoras do emprego, levadas a cabo pelo Governo Regional da Coligação (PSD, CDS/PP e PPM).

Em comunicado, aquela estrutura autónoma do PSD diz que os Açores estão no bom caminho quanto à economia e ao emprego e que estão a surtir efeito muito positivo as medidas que o Executivo Açoriano tem vindo a proporcionar às empresas.

Segundo Joaquim Machado, “é preciso recuar a 2008 para se encontrar uma taxa de desemprego inferior à registada no segundo trimestre deste ano, mas a população empregada era então muito inferior, sensivelmente menos quatro mil pessoas”.

Para o presidente dos TSD/Açores, “o decréscimo do desemprego no último trimestre apurado é mais significativo considerando a progressiva redução de trabalhadores integrados em programas ocupacionais, uma opção justa e oportuna que o Governo Regional está a executar, como se vê, com sucesso”, afirma.

O dirigente social-democrata também compara os números, hoje divulgados pela entidade estatística, com os registados no segundo semestre de 2019, antes da pandemia, e conclui que, “em todos os parâmetros, os Açores estão melhores”.

“Temos mais 1.500 açorianos empregados, menos três mil desempregados e uma taxa de desemprego de 5,9%, bastante inferior aos 8,2% que então se verificava”, reitera.

Para Joaquim Machado, o crescimento do emprego é a melhor resposta que se pode dar à situação inflacionária que varre toda a Europa, pois permite mais rendimento às famílias.

De acordo com o presidente dos TSD/Açores, “importa que mais emprego possa também significar mais dignidade no trabalho, nomeadamente quanto à estabilidade profissional e a salários justos”, sublinha.

“Com base nos indicadores estatísticos, foi em 2008 que se verificou o maior número de açorianos empregados foi 2008, então 112.488”, concluiu.

Pub