Bruno Lage deixa comando técnico do Benfica

Notícia atualizada às 21h17 O treinador Bruno Lage deixou hoje o comando técnico do Benfica, após quase um ano e meio no cargo, em que se sagrou campeão nacional de futebol na época passada, disse à Lusa fonte do clube.

Lage, de 44 anos, que levou o Benfica à conquista do título nacional de 2018/19, perdeu hoje na visita ao Marítimo, por 2-0, em jogo da 29.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol e deixa a equipa no segundo lugar, a três pontos do FC Porto, que tem menos um jogo.

O treinador Bruno Lage colocou o seu lugar à disposição após o jogo na Madeira.

“O nosso treinador Bruno Lage, quando acabou o jogo, dirigiu-se a mim com grande elevação, e disse: ‘presidente, tem o meu lugar à sua disposição, porque entendo que neste momento as coisas não estão boas para o Benfica (…) A partir de amanhã (terça-feira) não serei treinador do Benfica”, disse Luís Filipe Vieira, na sala de imprensa dos insulares.

A mesma fonte explicou que o presidente Luís Filipe Vieira entendeu as razões apresentadas pelo treinador ao colocar o seu lugar à disposição.

O treinador natural de Setúbal, que também conquistou a Supertaça Cândido Oliveira, tinha contrato com os ‘encarnados’ até 30 de junho de 2023.

Treinador do Benfica Bruno Lage coloca lugar à disposição

O treinador do Benfica, Bruno Lage, colocou hoje o seu lugar à disposição, depois de perder por 2-0 com o Marítimo, em encontro da 29.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, anunciou o presidente dos ‘encarnados’.

“O nosso treinador Bruno Lage, quando acabou o jogo, dirigiu-se a mim com grande elevação, e disse: ‘presidente, tem o meu lugar à sua disposição, porque entendo que neste momento as coisas não estão boas para o Benfica (…) A partir de amanhã (terça-feira) não serei treinador do Benfica”, disse Luís Filipe Vieira, na sala de imprensa dos insulares.

Lage, de 44 anos, levou os ‘encarnados’ à conquista do título nacional em 2018/19 e esta época arrebatou a Supertaça, mas, nos últimos 13 jogos, apenas venceu dois, sendo eliminado da Liga Europa e comprometendo a revalidação do cetro.

O treinador natural de Setúbal, com contrato até 30 de junho de 2023, assumiu o cargo, “provisoriamente”, em 03 de janeiro de 2019, substituindo Rui Vitória, numa altura em que o Benfica era quarto na I Liga, a sete pontos da liderança.

No total, Bruno Lage somou 51 vitórias, 12 empates e 13 derrotas (181-76 em golos), em 76 jogos.