Pub

AÇORES 9 TV EM DIRETO

A operadora marítima Atlânticoline, dos Açores, informou hoje que entre janeiro e novembro o total de passageiros cresceu 5,4% relativamente ao período homólogo de 2016, o que equivale a um aumento de 29.004 de pessoas transportadas, para os 561.287.

De acordo com a empresa pública, na ligação entre a Madalena do Pico e Horta, na ilha do Faial, a viagem diária das 11:30 permitiu ultrapassar a linha dos 500 mil passageiros transportados na operação regular do grupo central do arquipélago, que abrange as ilhas Terceira, Graciosa, São Jorge, Faial e Pico.

Este valor revela um crescimento de 4,3% face ao mesmo período do ano transato, em que o valor registado foi de 479.271 passageiros, ainda segundo a mesma fonte.

A empresa opera ainda nos outros dois grupos do arquipélago: oriental (São Miguel e Santa Maria) e ocidental (Flores e Corvo).

A transportadora anunciou, por outro lado, que o navio “Mestre Simão” recomeçou hoje a sua operação, com a primeira viagem entre Horta e Madalena, tendo sido renovada a sua certificação pela Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos e Sociedade Classificadora após ter estado em doca seca.

Atualmente, a operação da Atlânticoline contempla todas as ilhas dos Açores com uma frota composta pela “Lancha Ariel”, com capacidade para 12 passageiros, pelo navio “Express Santorini” (630 passageiros e 180 viaturas) e pelo navio “Hellenic Wind” (660 passageiros e 125 viaturas).

Em março de 2014, a Atlânticoline iniciou as operações regulares no grupo central do arquipélago com os dois novos navios de 40 metros: “Gilberto Mariano”, com capacidade para 298 pessoas e 12 viaturas, e “Mestre Simão” (333 pessoas e oito viaturas), com o fretamento por parte da empresa Transmaçor.

A Atlânticoline tem ainda ao seu serviço os navios “Cruzeiro do Canal”, com a capacidade de 244 passageiros, e “Cruzeiro das Ilhas” (208 passageiros).

Pub