Pub

A Temporada de Violas da Terra 2021 vai arrancar, finalmente, na próxima 2.ª feira com o já anunciado “Palco Aberto Açores – música original com Viola da Terra”.

A 17 de Maio, pelas 20:30, em facebook.com/aj.violadaterra teremos este concerto “on-line” com os tocadores Guilherme Rodrigues e Romeu Bairos de São Miguel, Tiago Toste da Terceira, Pieter Adriaans de São Jorge/Holanda, Ernesto Bica e Rui Resendes de Santa Maria, e que apresentarão a solo temas originais seus na nossa Viola da Terra.

Seguem-se as Comemorações do “Dia da Criança”, também celebradas anualmente pela Associação de Juventude Viola da Terra, colaborando com a Audição da Classe de Viola da Terra do Conservatório Regional de Ponta Delgada. Este ano haverá ainda um momento de celebração do “Dia da Criança” com uma acção de sensibilização junto dos alunos da Escola da Ribeira Quente, freguesia onde está Sedeada a Associação.

A 14 e 15 de Junho a Associação promove o “I Festival da Viola”, um evento também em formato “on-line”, que contará com a presença de grupos musicais de 5 Ilhas dos Açores, com especial incidência, nesta primeira edição, para projectos musicais em duo, trio, ou quarteto que têm a Viola da Terra na sua formação e que exploram a sua sonoridade. O evento fará também parte da programação do Azores FRINGE Festival, promovido pela Associação MiratecArts, e o cartaz será anunciado brevemente.

Pub

A 1 de Julho decorrerá o “X Festival de Violas de Arame”, já anunciado há alguns dias, que conta com organização dos Açores pela segunda vez na sua história. Dos Açores participam com as nossas Violas Bruno Bettencourt (Terceira) e Rafael Carvalho (São Miguel). De Portugal Continental teremos a participação de José Barros com a Viola Braguesa e de Pedro Mestre com a Viola Campaniça. A representação Internacional vem do Brasil com Aorélio Domingues na Viola Caiçara e Chico Lobo na Viola Caipira.

A Associação de Juventude Viola da Terra prepara ainda o concerto da “Orquestra de Violas da Terra da Ilha de São Miguel”, no entanto, dada a pandemia e às medidas que têm estado em vigor na Ilha, este concerto tem sido adiado até ser possível concretizar com as medidas de segurança necessárias, podendo até vir a decorrer como concerto previamente gravado.

Para o último quadrimestre a Associação já prepara a “XI Edição do Festival Violas do Atlântico” em Setembro, esperando-se que seja em formato presencial. Prepara a programação em São Miguel das Comemorações do “Dia da Viola da Terra”, a 2 de Outubro, e espera concretizar em Novembro o habitual “Encontro de Escolas de Violas da Ilha de São Miguel”.

Esta Temporada de Violas da Terra foi iniciada em 2013 com o objectivo de proporcionar um cartaz rico e diversificado ao longo de todo o ano que pudesse ser acompanhado e apreciado quer pelos residentes quer por todos os que nos visitam. Ao mesmo tempo sido um importante contributo na valorização, promoção e divulgação do trabalho que é realizado pelos tocadores de Viola da Terra, Escolas de Violas, ou por outros projectos musicais, que utilizam, exploram e revitalizam as nossas Violas.

Pub