Temporada Artística 2018 promove apresentação do filme “O Feiticeiro da Calheta” no Faial e no Pico

O Governo dos Açores, através da Secretaria Regional da Educação e Cultura, promove, no âmbito da Temporada Artística 2018 e do Ano Europeu do Património Cultural, a apresentação da longa-metragem “O Feiticeiro da Calheta”, do realizador madeirense Luís Miguel Jardim.

O filme será apresentado quinta-feira, 15 de março, pelas 21h00, na Biblioteca Pública e Arquivo Regional João José da Graça, na Horta, e, no dia seguinte, pelas 20h30, no Museu dos Baleeiros, nas Lajes do Pico.

As duas sessões têm entrada livre, sendo o filme, com cerca de 75 minutos de duração, classificado para maiores de 12 anos.

Este trabalho cinematográfico procura retratar, com finalidades marcadamente pedagógicas, as vivências e os costumes das gentes da ilha da Madeira nos anos 30 e 50 do século passado, com especial destaque para o ‘Feiticeiro da Calheta’, um poeta analfabeto acarinhado e muito reconhecido pelos habitantes locais, autor da génese da letra do Bailinho da Madeira.

O regime político que marcou profundamente a história da Madeira, alicerçado numa relação injusta e desequilibrada entre senhorios e colonos, a intriga social, as profissões da época, as raízes culturais de um povo, os grupos folclóricos, são algumas das temáticas apresentadas neste filme, que conta com a participação especial de Alberto João Jardim, Irineu Barreto, Nini Andrade Silva e João Carlos Abreu.

Este filme, que envolveu, entre atores, figuração e equipa técnica, mais de 400 pessoas, tem uma banda sonora inteiramente original, a cargo do compositor madeirense João Augusto Abreu.