Teatro Micaelense exibe Cinema Paraíso a 11 de Dezembro

Na próxima 4ªfeira, 11 de dezembro, o Teatro Micaelense exibe “Cinema Paraíso”, de Giuseppe Tornatore . O filme é a escolha de Ana Paula Andrade, convidada desta sessão do ciclo O Filme da Minha Vida.

Roma, 1980. O famoso cineasta Salvatore Di Vitta recebe um telefonema da mãe, que lhe comunica a morte do seu velho amigo Alfredo. Salvatore, ou Totó como era conhecido em criança, regressa à sua aldeia natal, na Sicília, onde é invadido por recordações da infância, de um tempo em que vivia fascinado pela cabina mágica de Alfredo, o mal-humorado projecionista do cinema da vila: o Cinema Paraíso. Alfredo, que o deixava ver todos os filmes, ocupava de certa forma o papel do pai, desaparecido durante a Segunda Guerra Mundial, e acabou por contribuir para a sua carreira como cineasta. “Cinema Paraíso” é um marco da história do cinema italiano: conquistou em Cannes o Prémio Especial do Júri e a Academia de Hollywood escolheu-o como o melhor filme de língua estrangeira.

O ciclo de cinema O Filme da Minha Vida é uma parceria entre o Teatro Micaelense e o 9500 Cineclube. Desde 2014, tem sido lançado o repto a várias personalidades, convidando-as a partilharem com o público o filme que conseguem destacar e que, por uma razão ou por outra, as tenha marcado.

Ana Paula Andrade iniciou a sua formação musical no Conservatório Regional e concluiu a formação superior no Conservatório Nacional de Lisboa, em Piano e em Composição. Integra, desde 1988, o corpo docente do Conservatório de Ponta Delgada, onde tem lecionado as disciplinas de Piano, Órgão, Análise e Técnicas de Composição e Coro Infantil. Entre 2004 e 2019, desempenhou as funções de presidente do conselho executivo. Tem-se apresentado, com regularidade, como intérprete de piano e, nos últimos anos, tem dedicado especial atenção à música açoriana, compondo arranjos para pequenos grupos instrumentais.