Pub

À entrada para a sexta e última ronda, os bracarenses ocupam o segundo lugar, com nove pontos, menos um do que os sérvios (10) e mais um face aos dinamarqueses do Midtjylland (oito), que, na jornada anterior, venceram os minhotos, por 3-2.

Desta forma, o conjunto comandado por Carlos Carvalhal está obrigado a vencer o Estrela Vermelha para ‘carimbar’ o primeiro posto do grupo e o consequente apuramento para os oitavos de final da Liga Europa.

Se empatar ou perder com os sérvios, o Braga só garantirá o segundo posto se o Midtjylland não vencer na visita aos búlgaros do Ludogorets, que são últimos do grupo, com apenas um ponto, sendo que, em caso de igualdade pontual, os ‘arsenalistas’ terão vantagem sobre os nórdicos na diferença de golos no confronto direto, tendo em conta que venceram por 3-1 em casa.

Ao contrário do primeiro lugar, a segunda posição dos grupos da Liga Europa não dá qualificação direta para os ‘oitavos’, mas sim para os 16 avos de final, nos quais os ‘vices’ da competição vão jogar um ‘play-off’ com os terceiros classificados da Liga dos Campeões, para definir quem segue em frente na segunda prova mais importante do ‘velho continente’.

Já o terceiro posto do grupo obrigará o Sporting de Braga a ser relegado para a Liga Conferência Europa, também aí enfrentando um ‘play-off’ para os 16 avos de final, com um segundo classificado da mais recente competição europeia de clubes.

Após dois triunfos seguidos para a I Liga, o último sobre o Estoril Praia, que lhes permitiu consolidar a quarta posição do campeonato, os minhotos têm agora a possibilidade de ‘agarrar’ uma vaga nos oitavos de final da Liga Europa, algo que aconteceu em quatro ocasiões, a última em 2015/16, então sob o comando de Paulo Fonseca, que levou a equipa aos ‘quartos’ da competição.

Em 2006/07 e 2008/09, ainda na Taça UEFA, o Braga também atingiu os oitavos de final, tal como sucedeu em 2010/11, já na Liga Europa, numa edição na qual disputou e perdeu a final com o FC Porto, em Dublin.

Para lá chegar novamente, a equipa minhota contará com a capacidade goleadora de Ricardo Horta, que volta a estar em plano de evidência esta época, tendo anotado, até ao momento, 12 golos, nove na I Liga – na qual é o segundo melhor marcador – e três na fase de grupos da Liga Europa.

Sporting de Braga e Estrela Vermelha jogam na quinta-feira, a partir das 20:00 (hora de Lisboa), no Estádio Municipal de Braga.

No mesmo dia, outros dois treinadores portugueses vão tentar levar as respetivas equipas aos oitavos de final.

O Spartak de Moscovo, de Rui Vitória, é segundo colocado do grupo C, com sete pontos, menos um do que o líder Leicester (oito) e em igualdade com o Nápoles. Os moscovitas visitam o Legia Varsóvia (seis), enquanto ingleses e transalpinos jogam entre si.

Já no grupo D, o Olympiacos, de Pedro Martins, tem assegurado, pelo menos, o segundo lugar e a continuidade na Liga Europa, restando-lhe saber se segue diretamente para os ‘oitavos’ ou se ainda vai aos ‘play-offs’ dos 16 avos de final.

Para ‘agarrarem’ o primeiro posto, os gregos, com nove pontos, têm de vencer no reduto do já afastado Antuérpia, último, com dois, e esperar que o líder Eintracht Frankfurt (11 pontos) perca em casa do Fenerbahçe (cinco), formação treinada por Vítor Pereira, que está na terceira posição e já relegada para a Liga Conferência Europa.

Pub