Só o voto no PS garante que não voltam os cortes cegos nos rendimentos e nos direitos das pessoas

“Lembram-se da Troika? Lembram-se dos cortes e das dificuldades que muitos Portugueses, e Açorianos, passaram devido às erradas e quase doentias políticas impostas pelo Governo de Passos Coelho?”, alertou Iasalde Nunes, Secretário coordenador do Partido Socialista da ilha do Corvo, nesta terça-feira à noite, apelando ao voto no Partido Socialista para impedir o regresso a estes tempos.

“Lembrem-se dos sucessivos aumentos do salário mínimo, dos aumentos das pensões, dos aumentos dos apoios sociais, da reposição do subsídio de Férias e de Natal, da reposição dos feriados… enfim, das políticas ponderadas, mas também muito corajosas tomadas pelo Governo da República liderado por António Costa”, defendeu o socialista, deixando bem clara a diferença entre votar PS ou qualquer outro partido.

Iasalde Nunes avisa que as eleições só se vencem com os votos nas urnas e apelou à mobilização, realçando que “o Partido Socialista dos Açores optou, e bem,  e com a coerência que lhe assiste, por elaborar uma lista composta com elementos de todas as ilhas dos Açores – Sim, porque o Partido Socialista e mais uma vez, não deixa ninguém de fora”.